in

De saída? Cruzeiro e uma troca de última hora envolvendo um medalhão do elenco

Reprodução/Folha UOL
Publicidade

A próxima temporada do Cruzeiro será de reconstrução e o time terá o grande objetivo de retornar à elite nacional sem contar com grandes investimentos. O time conta com uma das maiores dívidas da atualidade no Brasil e precisa de uma redução drástica em sua folha salarial.

Pedro Lourenço será o novo gestor de futebol clube e planeja uma redução de R$ 11 milhões nos pagamentos mensais aos seus atletas. O empresário também trabalha para um acerto com Alexandre Mattos e encaminha o retorno do dirigente à raposa para 2020.

Publicidade

Edílson de saída?

O lateral-direito Edílson, de 33 anos de idade, foi bastante criticado pela torcida celeste em 2019 e dificilmente irá permanecer no próximo ano. O jogador sofreu com diversas lesões ao longo da temporada e, como se não bastasse a péssima forma física, ainda teve fraco desempenho dentro das quatro linhas em suas oportunidades.

Edílson perdeu ainda mais espaço após a chegada de Orejuela, que assinou por empréstimo em negociação junto ao Ajax, e sua saída ganhou mais força com a boa performance do colombiano. Segundo informou a Rádio Inconfidência, de Minas Gerais, o lateral poderá ser utilizado como moeda de troca.

Publicidade

O Cruzeiro estuda liberar seu medalhão ao Ceará, recebendo em troca o meia-atacante Thiago Galhardo. Além do ganho técnico, o time mineiro também enxerga com bons a possibilidade de se livrar os altos salários de Edílson no clube.

Outros nomes de saída

Edílson não será o único jogador a deixar o Cruzeiro na atual janela de transferências do mercado da bola. Outros veteranos com altos vencimentos mensais foram avisados para procurar novos clubes e estarão de saída da raposa em breve.

Publicidade
Next post

Mercado da Bola: confira as notícias atualizadas desta segunda-feira (23)

Jesualdo Ferreira: quem é o técnico português que deve assumir o Santos em 2020