in

Botafogo escancara plano para novas contratações

Globo
Publicidade

Para voltar a ser gigante, o Botafogo está tomando as devidas precauções enquanto o dinheiro dos investidores não vem. Há muito o que se fazer, especialmente fora dos gramados. O cube já tem se desfeito de alguns atletas e inicialmente deve reduzir a folha salarial.

O clube deve fechar todo o processo de migração para SA durante o primeiro semestre deste próximo ano, mas como a receita ainda não veio, a intenção prioritária é ‘fazer um time’ em condições de jogar o estadual, sobreviver as fases iniciais da Copa do Brasil que traz receitas consideráveis ao clube e aí sim montar a equipe do Brasileirão para evitar passar perrengues como foi em 2019.

Publicidade

Perfil de contratações

Em recente entrevista, Montenegro, uma das vozes mais atuantes e ativas dentro do clube, disse que o Botafogo é um paciente em estado vegetativo na UTI, à espera do milagre. A frase foi polêmica, pegou a galera que achava que veria um clube competitivo já em 2020, mas ao menos no começo do ano não deve ser assim.

Os contratados do clube, provavelmente terão o perfil de serem jogadores jovens e com potencial de mercado futuro. Péssimo em fazer vendas nos últimos anos, o clube vinha se desfazendo de atletas em potencial para pagar salários, com o dinheiro em caixa, a ideia é fazer boas receitas esperando as melhores oportunidades de mercado.

Publicidade

Vale ressaltar que Igor Rabelo, Matheus Fernandes e por último, o lateral esquerdo Jhonathan, considerado a maior revelação do ano, foram vendidos quase a preço de banana para que o clube pudesse pagar salários, ainda assim, sofreu com muitos atrasos ao longo do ano.

Publicidade
Avatar

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.

Next post

Em crise, Cruzeiro pode perder jogador para o Corinthians

De saída do Real Madrid? Vinícius Jr e uma transferência milionária para a Premier League