in

Botafogo escancara plano para novas contratações

Globo
Publicidade

Para voltar a ser gigante, o Botafogo está tomando as devidas precauções enquanto o dinheiro dos investidores não vem. Há muito o que se fazer, especialmente fora dos gramados. O cube já tem se desfeito de alguns atletas e inicialmente deve reduzir a folha salarial.

O clube deve fechar todo o processo de migração para SA durante o primeiro semestre deste próximo ano, mas como a receita ainda não veio, a intenção prioritária é ‘fazer um time’ em condições de jogar o estadual, sobreviver as fases iniciais da Copa do Brasil que traz receitas consideráveis ao clube e aí sim montar a equipe do Brasileirão para evitar passar perrengues como foi em 2019.

Perfil de contratações

Em recente entrevista, Montenegro, uma das vozes mais atuantes e ativas dentro do clube, disse que o Botafogo é um paciente em estado vegetativo na UTI, à espera do milagre. A frase foi polêmica, pegou a galera que achava que veria um clube competitivo já em 2020, mas ao menos no começo do ano não deve ser assim.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Os contratados do clube, provavelmente terão o perfil de serem jogadores jovens e com potencial de mercado futuro. Péssimo em fazer vendas nos últimos anos, o clube vinha se desfazendo de atletas em potencial para pagar salários, com o dinheiro em caixa, a ideia é fazer boas receitas esperando as melhores oportunidades de mercado.

Vale ressaltar que Igor Rabelo, Matheus Fernandes e por último, o lateral esquerdo Jhonathan, considerado a maior revelação do ano, foram vendidos quase a preço de banana para que o clube pudesse pagar salários, ainda assim, sofreu com muitos atrasos ao longo do ano.

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Evandro

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.