in

São Paulo: torcida Independente ataca Arboleda, após zagueiro vestir camisa do Palmeiras

Divulgação: São Paulo
Publicidade

Quando tudo caminhava para um fim de ano tranquilo no São Paulo, duas bombas estouraram envolvendo atletas do clube. Jean e Arboleda se envolveram em situações totalmente diferentes, mas colocaram fogo nos bastidores do clube.

Jean agrediu a esposa e teve o contrato rescindido pela diretoria do São Paulo. Quando retornar das férias, será avisado oficialmente do rompimento do contrato.

Arboleda, por outro lado, em férias no Equador posou ao lado de um amigo vestindo a camisa do Palmeiras, arquirrival do São Paulo e não está sendo perdoado pela torcida.

Publicidade

Torcida organizada protesta contra Arboleda

Principal organizada do São Paulo, a Torcida Independente protestou contra o zagueiro em sua conta oficial no Instagram e dirigiu palavras pesadas contra o jogador.

Publicidade

“Arboleda mau caráter, não respeitou grandeza do São Paulo, trairagem com quem o defendia. A certeza não pode ficar impune. Se tivesse no Morumbi, legends cup, vendo Lugano,Fabão e Bordon jogar, jamais ousaria usar uma camisa sem mundial e bi rebaixada”, diz a nota.

Torcedores do São Paulo se revoltam com zagueiro

Arboleda terminou a temporada como um dos principais nomes do São Paulo. O zagueiro era adorado pela torcida. Na hora da escalação, seu nome era um dos mais festejados. Ao lado de Bruno Alves, formou a dupla de zaga que foi menos vazada no Brasileirão.

Diante da polêmica, o São Paulo promete resolver internamente a situação envolvendo o jogador. Ainda não se sabe qual punião Arboleda receberá da diretoria são-paulina. Para muitos torcedores, ele deve ir embora.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Klopp elogia Jorge Jesus e revela ter espionado Flamengo contra Al-Hilal

Flamengo: orçamento para 2020 é aprovado e prevê mais de R$ 100 milhões para contratações