in

Jorge Jesus e a provável escalação do Flamengo na estreia do Mundial com novidade numérica

Divulgação Flamengo
Publicidade

O Flamengo estreia no Mundial de Clubes nesta terça-feira (17) contra o Al Hilal. O jogo vale muito para a equipe comandada por Jorge Jesus. Vencer significa ir à final do torneio e aliviar a pressão sobre a equipe.

Para alguns, esta é a única partida que pode manchar um pouco do que o Flamengo fez no ano. Ser eliminado na semifinal do Mundial de Clubes seria muito triste para os torcedores que viajaram para Doha, no Catar.

Publicidade

Os flamenguistas já compraram ingresso para a final e seria muito triste ser eliminado, a exemplo de Internacional, em 2010, e Atlético-MG, em 2013, que caíram nas semifinais do torneio.

Jorge define equipe

O Flamengo vai a campo sem novidades. Diego Alves é o goleiro. A linha defensiva é formada pelo quarteto titular: Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís.

Publicidade

No meio-campo, o treinador português escala Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta. A dupla de ataque é formada por Bruno Henrique e Gabigol.

Novidades numéricas

Diferente da final da Libertadores, em que a Conmebol determinou que a numeração das equipes fosse de 1 a 30, A Fifa liberou a numeração no Mundial de Clubes. Por isso, o Flamengo terá algumas mudanças de número de camisas dos jogadores em relação à final contra o River Plate.

O zagueiro Rhodolfo, por exemplo, vai utilizar a camisa 44 no Mundial de Clubes, mesmo número que ele usou no Brasileirão. O goleiro César vai jogar com a 37. Cada jogador tem sua camisa preferida. Rafinha, por exemplo, apesar de ser o lateral titular, joga com a 13 e não com a 2, que pertence a Rodinei.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Sampaoli é perguntado se tem interesse em treinar o Fla e resposta surpreende

Flamengo: torcida dá o sangue para assistir semifinal do Mundial de Clubes