in

Renato Gaúcho ameaça deixar o Grêmio e culpa a diretoria

Montagem: Henrique Furtado (Fotos: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)
Publicidade

O clima esquentou no Grêmio após declarações feitas pelo técnico Renato Portaluppi. Em coletiva de imprensa concedida nesta segunda-feira (18), o treinador indicou que não pretende continuar em Porto Alegre caso a diretoria não atenda o seu pedido de trazer alguns reforços para setores que ele julga estarem deficitários.

Renato foi racional ao compreender que a situação atual do time não permite contratações badaladas, como as protagonizadas por Flamengo e Palmeiras nos últimos tempos.

Publicidade

Todavia, criticou uma postura exageradamente econômica para se lançar ao mercado, pois entende que para o clube disputar em alto nível a temporada do ano que vem, depende de reforços: “Digamos que não vamos abrir o cinto como um Flamengo e Palmeiras, mas se eu ficar, não vai se fechar muito, não. Se fechar muito, pode contratar outro treinador. Não vou brigar lá atrás, nasci para ser vencedor”, disse o treinador.

Classificação para a Libertadores pode favorecer a renovação

A diretoria do Grêmio sempre teve interesse em renovar com Renato Portaluppi, apesar do clima tenso após a derrota sofrida diante do Flamengo por 5 a 0 nas semifinais da Libertadores. O time se reergueu, e está próximo de se classificar para o torneio continental do ano que vem. Com isso, a permanência do treinador em Porto Alegre pode ser favorecida, por conta do planejamento para a competição.

Publicidade

Duda Kroeff abaixa a tensão

O vice de futebol do Grêmio, Duda Kroeff, tentou reverter o clima pesado por conta das declarações de Renato. O dirigente concordou com as afirmações do treinador, e também acredita que contratações são necessárias para que a temporada possa ser disputada em alto nível.
Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Anúncio em site oficial diz que Neymar é sondado por time brasileiro, mas verdade aparece

Neymar e o negócio de mais de R$ 800 milhões