in

São Paulo: Volpi falha, mas torcida elege outro vilão pela derrota para o Athletico-PR

Reprodução Globo

Depois de perder para o Fluminense no Morumbi, o São Paulo recebeu o Athletico-PR, neste domingo (10), e esperava um resultado positivo. Mas não foi o que aconteceu.

A partida estava empatada em 0 a 0 até pouco mais de 40 minutos do segundo tempo, mas Cirino marcou o gol da vitória do Furacão em falha de Tiago Volpi.

Com o resultado, o São Paulo parou nos 52 pontos, na quinta posição, e viu o quarto colocado Grêmio abrir quatro pontos de vantagem. A torcida não gostou do que viu.

Leco torna-se alvo dos torcedores

Os torcedores do São Paulo estão insatisfeitos com os resultados que a equipe vem alcançando depois de perder dois jogos em casa. Jogadores foram criticados, mas o principal alvo parece ser o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco.

No Twitter, centenas de são-paulinos criticaram o presidente com palavras ou imagens. Faltam 417 dias para Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, deixar a presidência do São Paulo, ironizou um são-paulino.

Presidente Leco é criticado

Leco foi eleito presidente do São Paulo em 2014 e acabou reeleito em 2017. O mandato vai até dezembro do ano que vem. A torcida, porém, queria que acabasse antes.

“Como derrubar um presidente que não sai de sua caverna? Vive trancado, escondido no mundo que ele mesmo criou pra si, em vez de sair e ver a realidade do clube aqui fora e o sofrimento do torcedor #ForaLeco”, desabafou um torcedor.

Muitos outros torcedores criticaram Leco após mais uma derrota do São Paulo. A equipe volta a campo no sábado, contra o Santos, na Vila Belmiro.

Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!

Next post

O recado de Renato ao Flamengo antes de jogo que pode definir título do Brasileirão

Paolo Guerrero pode definir futuro após interesses de Palmeiras e Boca Juniors