in

Tensão no Corinthians: pior sequência desde 2013 piora clima nos bastidores

Minha torcida
Publicidade

Não está fácil para uma das maiores torcidas do mundo: o Corinthians está vivendo o seu jejum mais longo desde o ano de 2013. Há seis anos a torcida alvinegra não via o Timão ficar tanto tempo sem um triunfo em campo.

Para se ter uma ideia, a última vitória do Coringão aconteceu há 29 dias atrás, num jogo contra a Chape, fora de casa.

Publicidade

Com a sequência de empates e derrotas, a diretoria se preocupa e a torcida começou a iniciar os seus protestos para que o clube tome algum providência.

Após a derrota para o CSA em partida fora de casa na quarta-feira (30), o técnico Carille se recusou a dar coletiva e Andrés Sanchez tomou as rédeas da conversa. 

Publicidade

Na entrevista, ele falou sobre vários assuntos, entre eles sobre a “vergonha” de estar numa fase ruim. O presidente do clube taxou a falta de vitórias como um “absurdo”.

Bastidores do Corinthians: diretoria se envolve em confusão nos vestiários

Com a derrota de 2×1 para o CSA em campo, o Corinthians ainda se envolveu em um problema no pós jogo: um segurança que trabalhava na escolta de Andrés Sanchez teria entrado em confronto corporal com um sargento da PM.

O Corinthians estaria tentando voltar para o vestiário antes da partida chegar ao fim. Segundo o clube paulista, o segurança socou o sargento à paisana após Sanchez ter sido empurrado. “O problema foi que seguraram a porta, futebol brasileiro tem disso”, disse o presidente do Corinthians.

Com a nova derrota, o alvinegro deixou a zona de classificação da Libertadores 2020 e ocupa o sétimo lugar da classificação.

Publicidade
Avatar

Escrito por I Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.

Next post

Gabigol atingirá marca impressionante e histórica pelo Flamengo se marcar gol hoje

Flamengo: CBF anuncia mudança de data do jogo contra o Vasco, no Maracanã