in

Cruzeiro toma decisão e fará mudança milionária

Douglas Magno/BP Filmes
Publicidade

O ano de 2019 não foi dos melhores para o Cruzeiro. O clube, que viu seus dirigentes e cartolas serem envolvidos em problemas com o Ministério Público e até com a Polícia Federal precisará fazer “cortes profundos” em seus gastos para não chegar a 2020 no vermelho.

O Cruzeiro, que atualmente se encontra na Zona do Rebaixamento, perdeu a chance na Libertadores ainda nas oitavas e viu o técnico Mano Menezes pedir demissão após um longo período de parceria.

Publicidade

Com Abel Braga como treinador, o aproveitamento não melhorou muito e o time está na luta para fugir do rebaixamento. Mas o que se sabe é que, mesmo que permaneça na Elite do Futebol Brasileiro, a Série A, o time perderá vários jogadores.

Entre os nomes que devem deixar o Cruzeiro ainda em dezembro deste ano estão Thiago Neves e Rodriguinho, dois meias que são vistos como medalhões do time, responsáveis pelos maiores gastos com salário do Celeste.

Publicidade

Cortes no Cruzeiro promoverão economia de R$ 20 milhões

Visando manter tudo nos trilhos, a dirigência promoverá vários cortes em relação ao pagamento de salários. A folha anual de vencimentos seria muito mais tímida que a atual, reduzindo algo em torno de R$ 20 milhões.

Rodriguinho, que está afastado por problemas na coluna, recebe algo em torno de R$ 800 mil por mês, enquanto Thiago Neves recebe R$ 900 mil mensais.

Fred é o jogador mais caro, custa mensalmente R$ 1 milhão para os cofres do time. Outros dois jogadores que devem dar adeus à Raposa são os laterais Edílson e Egídio, além do zagueiro Dedé.

Publicidade
Avatar

Escrito por I Feitosa

Escrevo sobre TV, famosos e entretenimento desde 2011.

A atenção nos detalhes é o que nos faz prosperar.

Next post

Ibrahimović poderia jogar a final da Libertadores pelo Flamengo? Veja o que diz a Conmebol

Flamengo se prepara para repatriar ex-Santos que está jogando na França