in

Mercado da bola: Flamengo entra na disputa com grandes da Europa por Ibrahimovic

Divulgação Los Angeles Galaxy
Publicidade

O Flamengo está impossível. O clube carioca gastou cerca de R$ 150 milhões no ano para contratar jogadores de peso e tudo está funcionando muito bem na equipe rubro-negra, que lidera o Campeonato Brasileiro e está na final da Copa Libertadores da América.

Nos bastidores, o Flamengo trabalha para estender o contrato do treinador português Jorge Jesus, que tem vínculo com o clube até 2020.

Publicidade

Paralelo a isso, trabalha para contratar em definitivo o atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, que pertence à Inter de Milão. O time italiano está disposto a negociá-lo. Gabigol deve ganhar um novo colega de ataque em breve.

Flamengo tenta contratar Ibrahimovic

O atacante sueco Zlatan Ibrahimovic é um dos destaques do Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos, e está de saída do clube que disputa a MLS. De acordo com o jornalista italiano Nicolo Shira, o Flamengo estaria disposto a contar com o atacante na próxima temporada.

Publicidade

A briga para contratá-lo, porém, não é fácil. Duas equipes italianas querem ter Ibrahimovic como reforço. Trata-se do Napoli, quarto colocado no Campeonato Italiano com 17 pontos, e do Bologna, 10º colocado com 12 pontos.

Salário é um empecilho para o Flamengo contratar Ibrahimovic

O atacante sueco recebe cerca de R$ 2 milhões por mês no Los Angeles Galaxy. No momento, o maior salário do Flamengo é de Gabigol, que recebe cerca de R$ 1,2 milhão.

Para bancar um salário como o de Ibrahimovic, o Flamengo teria que ter a ajuda de um patrocinador só para isto. Levando em conta o bom momento do clube, a ideia não parece tão absurda. O Flamengo é o centro das atenções no futebol brasileiro, seus jogos alcançam grande audiência em todo o Brasil e o os flamenguistas formam a maior torcida do país.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Jorge Jesus no Flamengo: o retrospecto do Mister tem números expressivos

Mercado da bola: equipe brasileira vai gastar mais que o Flamengo e quer reforços de peso