in

Escândalo no jogo do Barça que a UEFA não deve perdoar

Getty
Publicidade

O Barcelona ganhou uma importante partida em Praga, para a Champions League. O time catalão não jogou bem, sofreu muito contra o Slavia, regressando da República Tcheca, ainda assim, com os três pontos. Porém, o jogo ainda promete dar que falar, porque de acordo com o site Don Balón, a UEFA já estaria investigando e poderia punir com duras sanções por incidentes inaceitáveis ​​durante a partida.

Jogo difícil do Barça

Marc André Ter Stegen tornou a ser o salvador do Barça. No ataque, Messi vai sempre fazendo a diferença, mas a verdade é que o goleiro alemão está salvando o time, tirando algumas bolas que pareciam gol. Ter Stegen vai impedindo resultados piores, mas parece claro para todos que o time não está bem e que o Barça precisa fazer bem mais para poder sonhar com vitórias europeias. 

Publicidade

Ainda para mais, esse jogo tinha tudo para nem ser mais lembrado. Tudo fazia crer que o Barça ganharia fácil, especialmente depois de Messi fazer o 1 a 0 logo no início da partida. Porém, depois tudo se complicaria para o Barça, que não soube controlar esse jogo e também para o Slavia, as coisas não correram bem e o time poderia ter problemas sérios com a UEFA. 

Insultos racistas

De acordo com o site Don Balón, os torcedores tchecos foram denunciados por insultas racistas contra Nélson Semedo, o jogador português do Barcelona. O lateral direito teria sido chamado várias vezes de ‘macaco‘ durante a partida, segundo o jornalista Marcelo Bechler.

Publicidade

Os alegados insultos já estariam sob atenção da UEFA e a agência estaria investigando para tomar uma decisão. Se confirmando esse caso de racismo, o Slavia pode perder pontos, ter seu estádio fechado para os torcedores ou penalidades ainda mais duras, como a expulsão da fase de grupos da Champions League

Publicidade
Next post

Após derrota para Flamengo, presidente do Grêmio bate martelo sobre Renato Gaúcho

Baixa? Fla reformula elenco e decide não renovar com jogador para 2020