in

Flamengo: torcedor viaja para ver jogo, come camarão e morre sem conhecer o Maracanã

Arquivo pessoal Leonardo Alves
Publicidade

O flamenguista Diego Fernandes tinha um sonho: ver uma partida do time de coração no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Aos 26 anos, o jovem morreu sem realizar o desejo. Ele morava em Mogi Mirim, interior de São Paulo, e viajou ao Rio de Janeiro para assistir Flamengo x Grêmio.

As equipes entraram em campo às 21h30 desta quarta-feira (23), mas Diego não estava no estádio. Ele morreu horas antes, depois de passar mal na praia. Diego havia viajado de ônibus de Mogi Mirim para o Rio de Janeiro com um grupo de amigos. Diego Fernandes deixa mulher e filha pequena.

Publicidade

Torcedor morre após comer camarão na praia

Leonardo Alves, de 37 anos, era um dos amigos que compunham o grupo que viajou do interior de São Paulo para o Rio de Janeiro para acompanhar o jogo entre Flamengo e Grêmio. Ele contou detalhes do ocorrido.

Segundo ele, o grupo saiu de Mogi Mirim na terça-feira à noite e chegou por volta das 5h da manhã no Rio de Janeiro. Depois de tomarem café na rodoviária, esperaram o dia clarear para ir à praia.

Publicidade

Eles queriam chegar ao Maracanã por volta do meio-dia. Na praia, eles alugaram cadeiras e resolveram comer espetinhos de camarão. Diego nunca tinha comido.

“Falei pra ele experimentar. Ele comeu só dois. Depois de quatro minutos, a voz dele já tinha mudado. Ele falou que a garganta estava formigando, e dois amigos nossos foram com ele procurar uma farmácia. O Diego nem chegou a atravessar a avenida em Copacabana. Acabou desmaiando”, contou Leonardo.

Diego morreu no hospital

O grupo de amigos ficou desesperado com o desmaio de Diego, mas não conseguiu ambulância para socorrê-lo. Um vendedor ofereceu ajuda. Os amigos subiram no baú no caminhão do homem e seguiram para o hospital.

Segundo Leonardo, Diego foi atendido rapidamente. Encaminhado à UTI, ele não resistiu aos ferimentos e morreu. O grupo de cinco amigos vendeu os ingressos para a decisão, conseguiram R$ 3 mil e doaram para a família para ajudar nas despesas com velório e enterro.

O corpo seria levado do Rio de Janeiro a Mogi Mirim por uma funerária da cidade paulista. Ainda não havia informações sobre horários do velório e do enterro.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Gabriel Jesus na Espanha? Real Madrid pode fazer oferta que ninguém esperava

Libertadores: Renata Fan acerta final entre Fla e River e mostra que entende de futebol