in

Morre, aos 23 anos, ex-jogador do Grêmio; ele caiu de um prédio na Argentina

Reprodução: Instagram

Um acidente aconteceu em Buenos Aires, na Argentina. O jogador Ezequiel Esperón faleceu ao cair do sexto andar de um prédio. O atleta estava apoiado em um parapeito e este acabou desabando.

A estrutura não estava firme e não resistiu ao peso do atleta. O ex-Grêmio e ex-Internacional, de apenas 23 anos, se desequilibrou e caiu do prédio.

Publicidade

Quando o resgate chegou, foram identificados alguns sinais de vida no atleta que foi encaminhado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Pelo que foi divulgado na última edição do jornal Clarín, da Argentina, o jovem jogador estava em uma reunião com amigos. O dia acabou em uma grande tragédia.

Publicidade

Passagens por clubes brasileiros

O atleta passou pelo Internacional, em 2015, quando atuou pelas categorias de base do gaúcho. Após um ano, recebeu o convite de atuar pelo Grêmio. Ezequiel ficou durante 2016 e 2017 no azul-celeste, mas não recebeu oportunidades no time principal e foi transferido para o Atlante, do México.

No momento do acidente, o atleta que atuava como volante estava sem nenhum contrato com clubes. Com uma carreira promissora, esta foi interrompida por um acidente que está tendo repercussão internacional.

Repercussão

Repercutindo no Brasil, na Argentina e no mundo, torcedores que acompanharam a caminhada do atleta lamentam muito a morte dele. Nas redes sociais, diversas mensagens de condolências são postadas.

Todos os quatro clubes, pelos quais o jogador teve passagens, postaram condolências. Estes são All Boys (Argentina), Grêmio e Internacional (Brasil), e Atlante (México).

Publicidade
Avatar

Escrito por Bruno Avila

Escritor de futebol e política desde 2016, quando comecei o trabalho na Blasting News. Hoje migrei ao 1News e sou um dos escritores mais lidos do site.

Next post

Jorge Jesus se irrita com craque do Flamengo após jogo contra a Chape: ‘Quem manda sou eu’

Medalhão do São Paulo deve ganhar 1ª chance com Fernando Diniz pelo Brasileirão