in

Flamengo bate recorde histórico no Campeonato Brasileiro diante da Chapecoense

Alexandre Vidal/Flamengo

Na manhã deste domingo, o Flamengo viajou para a Arena Condá, onde venceu a equipe da Chapecoense, lanterna do Campeonato Brasileiro, por 1 a 0, com gol de Bruno Henrique. Com isso, o time comandado pelo português Jorge Jesus se consolida na primeira posição com 52 pontos.

Além dos excelentes 3 pontos fora de casa, o Flamengo atingiu hoje um feito histórico: o time bateu o recorde de pontos após a 23ª rodada do Brasileirão.

Publicidade

O recorde até então era dividido pelas equipes do São Paulo, durante o campeonato de 2007, Corinthians, nos anos de 2015 e 2017 e Cruzeiro, em 2013. Naquela altura, os três clubes marcavam exatamente 50 pontos ao término da referida rodada do Campeonato Brasileiro. Curiosamente, em todos estes anos, estes clubes acabaram sendo os campeões do Brasileirão, o que é um fator motivacional para a torcida rubro-negra.

Lance polêmico

O gol do Flamengo contra a Chapecoense na manhã deste domingo foi alvo de polêmicas por conta de uma revisão da arbitragem de vídeo. No momento do cruzamento, Bruno Henrique estava muito próximo a linha de impedimento, e após a revisão, o gol foi validado. Entretanto, nas redes sociais, os rivais apontam um favorecimento do time rubro-negro, dizendo que a jogada teria sido ilegal.

Publicidade

Disputa pela liderança

O Flamengo aguarda a partida entre Palmeiras e Atlético Mineiro, que está acontecendo neste domingo, na Arena Palmeiras, com início às 16 horas (de Brasília). Caso o verdão perca, o rubro-negro poderá se distanciar em até 6 pontos. Por coincidência, a próxima partida do Flamengo no Campeonato Brasileiro é justamente contra o mesmo Atlético, na próxima quinta-feira, às 20 horas (de Brasília) no estádio do Maracanã.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Palmeiras: 5 jogadores que podem decidir contra o Atlético-MG no jogo do Brasileirão

A última de Vinícius Júnior é de perder a cabeça: ‘não pode mais’