in

Grêmio: Renato não gosta do que vê e diz que Tricolor não viu a bola contra o Flamengo

Divulgação Grêmio

Grêmio e Flamengo empataram por 1 a 1 no jogo de ida das semifinais da Copa Libertadores da América, nesta quarta-feira (2). Após o jogo, Renato Portaluppi concedeu entrevista coletiva e afirmou que não gostou do que viu na Arena de Porto Alegre.

Na Libertadores, há o critério do gol marcado fora de casa. Com este resultado, o Flamengo pode empatar sem gols no Maracanã, no dia 23 de outubro, que garante vaga na final do torneio continental.

Publicidade

Ao Grêmio, restará a vitória ou o empate por dois gols ou mais. O Tricolor sabe que terá que jogar melhor do que foi contra o Flamengo, especialmente no primeiro tempo, se quiser se classificar à mais uma final de Libertadores.

Renato critica primeiro tempo do Grêmio

O Flamengo jogou fora de casa como se estivesse no Maracanã e dominou o primeiro tempo na Arena do Grêmio. Renato afirmou que sua equipe assistiu o adversário jogar e não viu a bola. “O Flamengo dominou o primeiro tempo”, analisou o treinador gremista.

Publicidade

Renato foi ainda mais incisivo e afirmou que o Flamengo perdeu a oportunidade de garantir a classificação no primeiro jogo. Os rubro-negros tiveram três gols anulados pelo VAR.

Empate ficou de bom tamanho para o Grêmio

Ao analisar o segundo tempo da partida, Renato afirmou que o Flamengo chegou ao gol no momento em que o Grêmio estava melhor na partida. O treinador foi claro ao dizer que por tudo o que aconteceu o empate por 1 a 1 esteve de bom tamanho.

Renato disse ainda que o jogo não acabou e recordou a partida contra o Palmeiras, nas quartas de final. O Grêmio perdeu em casa, por 1 a 0, mas reverteu no Pacaembu ao vencer por 2 a 1.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Renato Gaúcho diz que Grêmio ‘assistiu’ o Flamengo jogar no primeiro tempo

Mano Menezes completa 1 mês de Palmeiras; veja o que mudou no Verdão