in

Ex-presidente do Palmeiras critica VAR e insinua ‘conspiração’ a favor do Flamengo

Cesar Greco - Divulgação

O duelo entre Internacional x Palmeiras no último domingo (29), no Beira-Rio, ficou marcado por fortes reclamações dos visitantes em função da anulação do tento anotado por Bruno Henrique que consolidaria a vitória palestrina. 

Presença ativa nas redes sociais, o ex-presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, aproveitou para detonar a arbitragem e ainda afirmou que o recurso tecnológico “cheira mal”.

– Revoltante! Parece brincadeira de mau gosto! Sinceramente, achei que esse recurso extra campo, que claramente foi usado de maneira ilegal e decidiu a final do Paulistão de 2018, viesse oficialmente para ajudar e dar credibilidade ao futebol! Hoje, percebo que esse VAR cheira mal! – escreveu Nobre em seu perfil no Twitter.

A declaração de que o VAR “cheira mal” é uma indireta alusiva ao Flamengo. Vale lembrar que em 2016, quando a dupla protagonizava a disputa pelo título nacional, os torcedores rubro-negros utilizaram muito a expressão “cheirinho” de título. No entanto, o Verdão acabou ficando com a taça e a expressão foi muito utilizada para provocar a equipe carioca.

Publicidade

Agenda alviverde

Após o empate polêmico diante do Internacional, os comandados de Mano Menezes já se preparam para o embate diante do Atlético-MG marcado para o próximo domingo (6), às 16h (de Brasília), no Allianz Parque, válido pela 23ª rodada do Brasileirão.

Situação na tabela

Com 46 tentos, o Verdão segue na segunda posição e com três pontos a menos em relação ao líder Flamengo. Santos (41 pts) e Corinthians (38 pts) fecham o G4.

Next post

Futebol: confira quais times entram em campo nesta segunda (30)

Jorge Jesus chega ao momento mais difícil no Flamengo, com desfalques e Grêmio na Liberta