in

Em áudio vazado, Mancini explica motivo por ter se demitido no São Paulo; ouça

Foto: Tiago Caldas/ Vitória

Logo após o pedido de demissão de Cuca, Vagner Mancini anunciou o seu desligamento do São Paulo. Em um áudio que viralizou nas redes sociais, ele aparece justificando o motivo da sua saída do clube, e revela que chegou a ser efetivado como novo comandante da equipe, mas que o “lobby” de alguns jogadores do elenco por Fernando Diniz e a indecisão da diretoria, foi a gota d´água. 

Segundo Mancini, o lateral-direito Daniel Alves foi um dos jogadores que foi até a diretoria pedir a contratação de Fernando Diniz. Procurado pela cúpula diretória do Tricolor para se posicionar sobre o assunto, o coordenador comunicou a sua saída.

“Sabe porque eu saí, boleirão? Porque eu fui efetivado no cargo, aí quatro horas depois disso, o Daniel Alves foi lá pedir o Fernando Diniz. Eles (diretoria) me chamaram e falaram que estavam em dúvida. Falei: ‘Ué, se estão em dúvida, vão atrás do Diniz que estou indo embora, tchau’. Foi isso.” – destacou Mancini.

De acordo com informações do jornalista Jorge Nicola, dos canais ESPN, além de Daniel Alves, Tiago Volpi, Hernanes, Pablo e Reinaldo também estiveram no grupo que pediu a contratação de Diniz ao gerente-executivo Alexandre Pássaro, que na sequência transmitiu o pedido para Raí e Leco.

O fato é que pouco tempo depois do pedido, o São Paulo efetivou a contratação de Fernando Diniz.

Compromisso árduo

Com apenas uma vitória nos últimos cinco jogos, o São Paulo encara o líder Flamengo neste sábado (28), às 19h (de Brasília), no Maracanã, em confronto válido pela 22ª rodada do Brasileirão. A partida marcará a estreia de Diniz no comando técnico da equipe paulista. O treinador teve a oportunidade de treinar o elenco uma única vez antes do embate de logo mais.

Next post

Mercado da Bola: contestado pela torcida, Corinthians define o rumo do zagueiro Manoel

Em áudio, Vagner Mancini destaca influência de Daniel Alves em sua demissão do São Paulo