in

Goleiro do CSA pode atingir marca inédita no Brasileirão na partida contra o Palmeiras

Divulgação - CSA

Após um início desastroso no Brasileirão, o CSA vivencia o seu melhor momento na competição. Com apenas uma derrota nos últimos cinco jogos, o time azulino conseguiu deixar a zona de rebaixamento na rodada passada após bater o Ceará.

Para seguir no ritmo e longe do fantasma da degola, os comandados de Argel Fucks tem um importante e árduo compromisso nesta quinta-feira (26), diante do Palmeiras, no Pacaembu. Também embalado, o time paulista acumula quatro vitórias seguidas e renasceu após a chegada de Mano Menezes.

Responsável por segurar a barra na meta do CSA, o goleiro Jordi tem correspondido à altura e tem se consolidado como um dos destaques da equipe. Após ter feito nove defesas difíceis no duelo contra o Vozão – informação do Footstats – o camisa 12 é o goleiro que mais trabalhou nas 20 primeiras rodadas do certame, e se aproxima de uma marca de 100 defesas.

Até o momento, o arqueiro que pertence ao Vasco, acumula 90 defesas, 28 delas consideradas de alta dificuldade. Tudo isso em 19 partidas, o que evidencia uma média de quase cinco defesas por jogo.

Líder com sobras

No ranking deste fundamento, Jordi ostenta uma diferença de 21 defesas a mais em relação a Douglas, do Bahia, e Tiepo, da Chapecoense.

Se levarmos em consideração os números do último Brasileirão, o índice de Jordi se torna ainda mais expressivo. Na última temporada, Everson, do Ceará, e Santos, do Athletico Parananense foram os goleiros que mais trabalharam, com 116 defesas realizadas em todo o certame.

Ou seja, o goleiro do CSA terá praticamente um turno completo para ampliar ainda mais a marca.

Diante do Palmeiras, o camisa 12 terá a missão de parar o segundo melhor ataque da competição. Em 20 rodada, o Verdão só fica atrás do líder Flamengo, tendo balançado as redes adversárias em 31 oportunidades.

Next post

Inter de Milão eleva pedida para vender Gabigol; veja quanto Flamengo precisa pagar

Contra o Santos, Fluminense pode atingir marca histórica no Brasileirão; saiba qual