in

Derrota para o Avaí faz Atlético-MG atingir recorde negativo no Brasileirão; saiba qual

Foto: Bruno Cantini/ Atlético-MG

Atuando com uma formação mista, visando o duelo decisivo pela Sul-Americana diante do Colón, o Atlético-MG conheceu mais uma derrota no Brasileirão na última segunda-feira (23). No encerramento da 20ª rodada, a equipe alvinegra sucumbiu diante do lanterna Avaí, na Ressacada, e se distanciou ainda mais do pelotão principal da tabela.

Estacionado nos 27 pontos, o time comandado por Rodrigo Santana está há oito tentos do sonhado G6, e caiu para a 10ª colocação na classificação.

Publicidade

Com mais um resultado negativo, o Atlético-MG atingiu o seu pior índice de derrotas seguidas na história do Brasileirão na era dos pontos corridos, vigente desde 2003. Já são seis derrotas consecutivas, o que culminou em uma derrocada expressiva da equipe no certame.

Seca de vitórias

O último resultado positivo do Galo no Brasileirão se deu no dia 10 de agosto, diante do Fluminense. Naquela oportunidade, no Independência, o time alvinegro venceu por 2 a 1. De lá pra cá foram seis partidas, todas elas com derrotas. Com isso, o Atlético-MG abandonou a briga pelo título, – por ora figurava no G4 -e desceu em queda livre.

Na história dos pontos corridos, a maior marca negativa do Galo havia ocorrido até então nas edições de 2009 e de 2011, quando o clube amargou cinco reveses seguidos.

Veja a atual sequência negativa

Confira a sequência do Galo: 0 x 1 Athletico (f); 0 x 1 Bahia (c); 0 x 1 Corinthians (f); 1 x 2 Botafogo (f); 1 x 3 Internacional (c) e 0 X 1 Avaí (f)

Olho na Sul-Americana

Pressionado, o time de Rodrigo Santana tem importante desafio em busca da remontada na temporada. Nesta quinta-feira (26), às 21h30 (de Brasília), os mineiros recebem o Colón, pela semifinal do torneio continental. Derrotados de virada na ida pelo placar de 2 a 1, o alvinegro precisa de um simples triunfo no Mineirão para consolidar a classificação.

Pelo Brasileirão, o próximo compromisso do Atlético-MG está marcado para o domingo, dia 29, diante do Ceará, no Independência, válido pela 22ª rodada do certame.

Next post

Barça e quatro culpados por essa crise esportiva

Messi, CR7? Gabigol supera craques e é o 2º maior artilheiro por clubes do mundo; veja