in

Luis Suárez solta a última bomba no Barça

Diario AS
Publicidade

Luis Suárez foi entrevistado pela primeira vez desde que o mercado de transferências terminou. E, logicamente, todas as perguntas foram destinadas para a não assinatura de Neymar, quando sua chegada no Barça já estava sendo dada como certa. O atacante uruguaio contou como ele viveu esse momento, no grupo do WhatsApp que ele compartilha com o brasileiro e com Leo Messi, eles continuaram muito amigos, mesmo após a saída de Neymar

Suárez revela conversa com Neymar

“Conversamos no momento em que ele queria sair. Dissemos a ele que melhor do que em Barcelona ele não estaria em outro lugar. Mas, são decisões e ele escolheu isso. Agora ele fez todo o possível para voltar”, disse o uruguaio, sem o menor pudor. 

Luis Suárez surpreendeu a todos com suas revelações sobre Neymar, assumindo mesmo que o brasileiro queria realmente regressar no Barça, durante todo esse mercado, e que teria falado isso para seus melhores amigos do time, mesmo depois de eles terem desaconselhado totalmente sua saída. 

Publicidade

Suárez satisfeito com seus novos companheiros

Superado esse mercado de transferências, e sendo certo que Neymar não vai regressar por agora, o atacante uruguaio falou ainda sobre as contratações e os novos rostos do Barça. Suárez parecia bem feliz com Antoine Griezmann, um jogador com quem ele teve alguns ‘piques’ no passado, quando o francês estava jogando no Atlético de Madrid. 

Publicidade

Porém, essa rivalidade ficou para trás e , agora, Suárez, como todos seus companheiros, estão fazendo de tudo para integrar o melhor possível a Antoine Griezmann no Barça. “Do lado de fora, parece difícil entrar em um vestiário como o Barça, mas somos todos iguais. Somos humildes”, falou Suárez, assegurando que eles têm um bom relacionamento e não têm problemas pessoais com o francês. 

Finalmente, ele também falou de uma das sensações do momento, no futebol mundial: Ansu Fati. “Ele veio treinar um dia antes de jogar contra o Bétis e ficamos muito impressionados com sua confiança”, revelou Suárez, ainda surpreso que o garoto tenha somente 16 anos de idade e todo esse futebol.

Porém, toda essa fama repentina pode não ser boa para o jovem e Suárez mostra mesmo que cabe a todos eles, os mais velhos, ajudarem Fati, para ele se sentir mais confortável e “o mesmo jogador de sempre”, independentemente de estar jogando do lado de Messi e Suárez

Publicidade
Next post

Corinthians: diretoria apresenta terceiro uniforme e torcida não gosta do que vê

Messi e sua última ação que nem os fãs do Barça perdoam