in

Palmeiras: clima esquenta no clube e áudio vazado expõe Galiotte, Mattos e Mano Menezes

Bruno Nunes
Publicidade

A eliminação na Copa Libertadores da América e a derrota para o Flamengo, no Brasileirão, provocaram grandes mudanças no Palmeiras. O treinador Luiz Felipe Scolari foi demitido, Mano Menezes foi contratado, mas a situação está longe de ter sido normalizada.

A nova bomba no Palmeiras foi o áudio em que o presidente do Conselho Deliberativo do clube, Seraphim Del Grande, critica o presidente Maurico Galiotte, o diretor de futebol, Alexandre Mattos, e a contratação de Mano Menezes.

Publicidade

Mano foi anunciado oficialmente como novo treinador do Palmeiras na terça-feira (3), dia seguinte à demissão de Felipão. O novo comandante alviverde enfrenta rejeição da torcida.

Áudio vazado expõe dirigentes

Seraphim Del Grande enviou um áudio a conselheiros do clube, mas o arquivo vazou nas redes sociais. No áudio, ele diz que tem conversado muito com Galiotte, mas o presidente não o tem escutado. Para Seraphim, não era o momento de mandar o Felipão embora.

Publicidade

“Devia mandar o Alexandre Mattos e não ele“, afirmou. Seraphim diz ainda que o problema do Palmeiras é o diretor de futebol e classifica a contratação de Mano Menezes como “burrice”.

Publicidade

Seraphim participa de reunião com Galiotte

Após o áudio ter sido vazado, o presidente do Conselho Deliberativo participou de reunião Galiotte. Ao convidar Seraphim para a reunião, a diretoria parece sinalizar com um pedido de paz.

O Palmeiras vive um momento turbulento e pode terminar o ano sem nenhuma conquista. A equipe que era vista como a grande favorita em todas as competições neste ano, caiu no Paulistão, Copa do Brasil, Libertadores e perdeu a liderança no Brasileirão.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator do i7 Network.

Next post

Mercado da bola: Athletico-PR entra na briga com Fluminense para contratar Rhodolfo

Palmeiras: Mano Menezes pode recuperar futebol de Lucas Lima e Borja