in

Atletas mais premiados da história do futebol

Reprodução / Globo
Publicidade

Para entrar na história do futebol não basta ser bom jogador, é necessário vencer troféus. Muitos atletas acreditam que vencer coletivamente é o mais importante, outros trabalham dia após dia para vencer também as premiações individuais.

Atletas de ponta não brigam apenas pela artilharia do campeonato nacional, nem por simples troféus de melhor da partida, eles brigam pelos troféus mais disputados do futebol: Bola de Ouro, Chuteira de Ouro e o prêmio de Melhor Jogador da Temporada. Neste ranking estão os jogadores que mais receberam os 3 maiores prêmios individuais do futebol mundial.

Publicidade

3º lugar – Ronaldo Nazário (Ronaldo Fenômeno)

O centro avante brasileiro mais famoso do mundo é também o terceiro atleta mais premiado com as principais honrarias individuais mundial. Ao todo, o fenômeno venceu 6 prêmios, sendo eles: 2 bolas de ouro, 1 chuteira de outro e 3 prêmios de Melhor Jogador da FIFA na Temporada.

2 – Cristiano Ronaldo

O português entra no top 2 dos atletas que mais receberam as principais premiações individuais do mundo. O craque da Juventus venceu 10 prêmios individuais (mais cobiçados), sendo eles:5 bolas de ouro, 4 chuteiras de ouro e 1 prêmio Melhor Jogador da FIFA na Temporada.

Publicidade

1 – Lionel Messi

O argentino entra no top um desta lista. O craque do Barcelona é considerado por muitos como o maior jogador da história do futebol mundial, o que se reflete em seus títulos individuais. Messi já obteve as maiores honrarias do futebol mundial em 12 oportunidades, sendo os prêmios: 5 bolas de ouro, 6 chuteiras de ouro e 1 prêmio Melhor Jogador da FIFA na Temporada. 

Publicidade
Publicidade
Avatar

Escrito por Marieta R.

Trabalho com editoriais para plataformas de notícias há mais de 6 anos, sou formado em engenharia industrial e gosto de escrever matérias sobre futebol, televisão, política, entre outras.

Next post

Copa do Brasil: confira a escalação do Grêmio para a partida contra o Athletico-PR

Carille, do Corinthians, quebra o silêncio e fala sobre Mano Menezes no Palmeiras