in

Felipão será demitido? Palmeiras já tem favorito para substituir o técnico

Reprodução/Verdão Web

O mercado da bola está agitando os bastidores do futebol e alguns jogadores importantes trocaram de clubes nos últimos dias. No Palmeiras, a busca poderá ser por um novo técnico e a prioridade do time paulista já foi definida em caso de demissão de Felipão.

Palmeiras eliminado na Libertadores

O Palmeiras enfrentou o Grêmio no meio de semana, em partida válida pelas quartas de final da Copa Conmebol Libertadores, e acabou sendo eliminado da competição continental. A eliminação ocorreu dentro de casa e a pressão é cada vez maior no clube.

A equipe largou na frente nas fase mata mata da competição, quando alcançou vitória por 1×0 na Arena do Grêmio, e a expectativa era de que a vaga fosse confirmada na partida de volta. Diferentemente do que aconteceu em Porto Alegre, o Palmeiras teve dificuldades para anular os atacantes de velocidade do adversário e acabou sofrendo o revés.

Após a eliminação, a torcida organizada Mancha Verde pediu a demissão do técnico Luiz Felipe Scolari e também montou uma lista de dispensa com vários nomes importantes do elenco. Lucas Lima, Deyverson e Miguel Borja são alguns dos nomes escolhidos pela torcida.

Felipão demitido?

O momento é complicado no Palmeiras e, em caso de derrota para o Flamengo, o técnico Felipão poderá perder o cargo no comando da equipe. Para reconquistar a confiança dos dirigentes e da torcida, o treinador precisa retomar a liderança do Campeonato Brasileiro e, para muitos, a conquista da competição nacional não será o suficiente para mantê-lo no cargo por mais uma temporada.

Segundo informações do jornalista Jorge Nicola, o Palmeiras já teria definido um favorito para substituir o técnico à frente da equipe. Mano Menezes, ex-Cruzeiro, seria o nome escolhido e está livre no mercado após acumular resultados negativos em 2019.

Next post

Vinícius Júnior e um drama em Madrid: ‘está afastado do time’

Mercado da bola: Neymar quebra o silêncio e informa sua decisão ao PSG; veja