in

Libertadores: jogador da LDU sofre fratura feia no tornozelo em jogo contra o Boca Juniors

Reprodução Fox Sports
Publicidade

O Boca Juniors recebeu a LDU, do Equador, na Bombonera, em Buenos Aires, na noite desta quarta-feira (28). a partida terminou empatada e o destaque negativo foi a contusão grave do equatoriano Christian Cruz.

O jogo terminou empatado sem gols. Como o Boca Juniors havia vencido a partida de ida, no Equador, por 3 a 0, se classificou às semifinais da Copa Libertadores e pode enfrentar o River Plate.

Nesta quarta, o Boca tentou de todas as formas chegar ao gol e mesmo com o apoio de sua apaixonada torcida não conseguiu. Em uma das oportunidades do time argentino ocorreu a fratura do zagueiro Christian Cruz. A cena é bastante forte.

Publicidade

Publicidade

Zagueiro fratura tornozelo

Aos 30 minutos do primeiro tempo, Carlitos Tévez dominou a bola na intermediária e tentou o chute de fora da área. O zagueiro deu um carrinho para interceptar a bola. Ele conseguiu, mas levou a pior no lance.

Assim que caiu, o jogador batia a mão no gramado e fazia cara de que estava sentindo muita dor. “Ai, ai, imagem fortíssima”, disse o narrador do canal Fox Sports, João Guilherme.

Comoção no gramado da Bombonera

Em um primeiro momento, os jogadores não perceberam que a contusão era séria, mas conforme chegaram perto do zagueiro perceberam que a fratura era mais grave do que podia imaginar.

Em volta de Cruz, jogadores da LDU e do Boca Juniors estavam consternados. Cruz colocou a camisa no rosto e parecia estar chorando. No Twitter, a LDU se manifestou sobre o ocorrido. “Estamos contigo, Chavito. Nossos pensamentos, ânimos e forças estão com você”, escreveu o clube.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Neymar e um primeiro problema com o treinador do Barça

Palmeiras: Dudu e Diogo Barbosa teriam chegado às vias de fato após eliminação