in

Andy Murray perde na estreia do Masters 1000 de Cincinnati e anuncia decisão sobre US Open

Divulgação / Tennis Australia

A segunda-feira (12) marcou a volta de Andy Murray às disputas de simples no tênis. Após seis meses se recuperando da cirurgia no quadril e participando de algumas partidas de duplas, a reestreia do campeão olímpico foi no Masters 1000 de Cincinnati. Ele enfrentou Richard Gasquet, francês que está voltando aos poucos de uma lesão, mas que se mostrou melhor em quadra.

Após 1h30 de partida, Gasquet fechou o jogo em duplo 6-4. Apesar do resultado negativo, Andy Murray disse que se sentiu bem em quadra e que, considerando toda a situação, jogou bem. “Eu acredito que há muitas coisas que eu poderia fazer melhor na partida, mas, você sabe, é preciso também ser realista em termos do que se espera”, declarou o jogador de 32 anos.

Publicidade

Minhas pernas estavam um pouco pesadas no final da partida, em comparação ao que talvez fosse normal. (…) Eu precisei me mover muito rapidamente pelas lateral, e não me movi para a frente muito bem. Nas bolas curtas, por exemplo, ocorreu algumas vezes de eu nem correr para elas, nem reagir”, avaliou Murray. Para ele, seu desempenho falho não tem nada a ver com o quadril, mas sim com a falta de ritmo.

Ritmo em duplas

Andy ainda não se despediu do Western and Southern Open. Ele volta às quadras do complexo de Cincinnati nesta terça-feira (13) para jogar duplas ao lado do espanhol Feliciano Lopez. Irão enfrentar Jean-Julien Rojer e Horia Tecau pela primeira rodada do Masters 1000. Foi ao lado de Lopez que Murray conquistou o troféu do ATP 500 de Queens, logo no seu retorno. Além deste, o britânico já esteve presente em mais quatro torneios como duplistas, se sentindo mais confortável para jogar nesta categoria.

Publicidade

O futuro de Andy Murray

Após avaliação de seu desempenho em simples em Cincinnati, Murray decidiu que não irá disputar o US Open. O Grand Slam, que começa no final de agosto, tem partidas em melhor de cinco sets, jogos dos quais o tenista ainda não se sente preparado. “Eu não acreditei que estava apto a tomar uma decisão antes da partida de hoje”, declarou ele na coletiva após derrota.

Andy espera, contudo, participar da competição nas duplas masculinas e mistas, ainda que não tenha confirmado seus parceiros.

Se receber um convite, Andy Murray pode participar do ATP 250 de Winston-Salem como simplista, na próxima semana. Senão, o atleta confirmou que jogará simples em Zhuhai e Beijing, no final de setembro.

Aos poucos, respeitando os limites do corpo, o último componente do ‘Big Four’ está voltando.

Publicidade
Next post

PSG já tem substituto para Neymar e pode mudar tudo para o Barcelona

Mercado da bola: Negociações por Neymar se adiantam e delegação de Barcelona viaja a Paris