in

Campeão em Montreal, Rafael Nadal confirma que não disputará Masters 1000 de Cincinnati

Divulgação / Tennis Canadá
Publicidade

Rafael Nadal conquistou seu 35º Masters 1000. No domingo (11), em Montreal, o número dois do mundo venceu Daniil Medvedev em dois sets a zero, numa partida sem grandes esforços e com direito a pneu. Foram apenas 70 minutos, com o placar fechado em 6-3, 6-0.  

Assim, Nadal se isolou ainda mais como o maior campeão de Masters 1000. Ele poderia ainda buscar o 36º em Cincinnati, nos Estados Unidos, esta semana. Mas, na coletiva da vitória, ainda que se sentindo 100% saudável, o espanhol anunciou que se poupará e irá focar no US Open.

Publicidade

“Honestamente, eu tenho que pular as coisas porque, como eu disse antes, eu tive mais lesões do que gostaria, não? Esse é o principal problema”, explicou Nadal. “Eu estou apenas tentando evitar essas coisas. Se estou a jogar bem, se sou capaz de ganhar lutas, claro que tenho uma possibilidade melhor de escolher o meu calendário”, concluiu o atleta.

Melhor tenista do ano

Após vencer o Masters 1000 de Montreal, Rafael Nadal voltou ao posto de melhor tenista de 2019. Está novamente à frente de Novak Djokovic na corrida para terminar o ano como tenista número um do mundo. Com título de Roland Garros e Masters 1000 de Roma, entre outros, o espanhol soma 7225 pontos, contra 6725 do sérvio.

Publicidade

Ainda há muitos pontos em disputa, já que ainda temos três Masters 1000 pela frente, incluindo o de Cincinnati, e um Grand Slam. Mas, caso Nadal termine a temporada no topo do ATP Rankings, ele empatará Djokovic, Roger Federer e Jimmy Connors no segundo lugar da história, repetindo o feito cinco vezes.

Bianca Andreescu também se retira do torneio

Bianca Andreescu é a outra campeã da semana. Após Serena Williams desistir da partida final após quatro games com dor nas costas, a canadense de 19 anos foi declarada vencedora da Rogers Cup, em Toronto. Ele levou para casa seu segundo troféu da carreira, e o segundo no nível de Premier. E como consequência, resolveu também poupar seu corpo para o Grand Slam dos Estados Unidos, que começa em 14 dias.

Publicidade
Next post

Os técnicos mais vitoriosos do futebol mundial

Plano dominó do Real Madrid que leva Neymar para o Barça