in

Mercado da Bola: Fluminense pode perder Pedro para gigantes europeus

Divulgação: Metrópoles
Publicidade

Pedro estaria sendo cotado por vários clubes europeus, que estariam de olho para contar com o atacante do Fluminense. As informações foram dadas pelos portais Lance! e Globoesporte.com e, ao que tudo indica, as sondagens seriam tentadoras para a sua partida rumo ao exterior.

Os clubes que estariam sinalizando interesse em contar com o jogador seriam a Fiorentina e o CSKA Moscou. Os rumores vieram após os empresários de Pedro terem recebido contato dos diretores dos clubes europeus. Ainda segundo as informações, foi objeto de conversa as multas rescisórias que pairam sobre a possível saída do atacante, além de sua condição física após a recuperação da lesão sofrida no joelho.

Publicidade

Embora lesionado, Pedro segue sendo um dos atletas brasileiros que mais vem despertando interesse do futebol europeu. Mesmo após sofrer uma lesão, o interesse não se perdeu. Os agentes que representam o atacante teriam feito contato com a diretoria do Tricolor a respeito das sondagens. Entretanto, ainda não se formalizou nenhuma proposta oficial.

Proposta oficial por Pedro pode estar próxima

A janela de transferências, tanto para os russos quanto para os italianos, encerra-se no dia 2 de setembro. Por conta disso, os rumores são de que uma proposta oficial estaria para ser feita até o final da semana que vem.

Publicidade

Multa rescisória

Caso a venda seja concluída, o Fluminense poderia receber aproximadamente 66 milhões de reais, correspondente à sua quantia sobre os direitos do atacante. De acordo com o portal NetFlu, especializado em notícias sobre o Fluminense, a multa rescisória imposta no contrato de Pedro é de cerca de 221 milhões de reais.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Mercado da Bola: Tottenham anuncia chegada de Lo Celso e Ryan Sessegnon

Dybala pode ser chave para a solução Neymar