in

3 vezes em que Neymar deixou o time na mão

Globo
Publicidade

É impossível discordar que o Neymar é um craque do futebol mundial. O astro brasileiro talvez seja um dos jogadores mais talentosos da atualidade, mas talento não é suficiente para ganhar partidas e disputar títulos, é necessário ter comprometimento, e acima de tudo, estar em campo. Por isso, deixar o time na mão pode ser algo inaceitável.

3° – Champions League 2020  

Pois é, a temporada 19/20 da maior competição de clubes do mundo ainda nem começou e o astro brasileiro já deixou sua equipe na mão. Por conta de atitudes abusivas na última temporada, após a derrota do PSG para o Manchester United, o brasileiro foi suspenso da primeira fase da próxima competição. O astro, segundo informações, tentou invadir a sala de arbitragem durante o intervalo de jogo para reclamar da marcação de um pênalti. “Ah, vai pra pqp” escreveu o atacante em sua conta no Instagram.

Publicidade

2° – Libertadores 2011 

Durante a campanha vitoriosa do Santos na Libertadores de 2011, o Neymar quase acabou com a festa do Peixe. Na 4ª rodada, o brasileiro colocou uma máscara para comemorar um gol, o que é proibido pela comissão organizadora. Após levar o cartão amarelo, Neymar foi automaticamente suspenso para o jogo seguinte contra o Cerro Portenho no Paraguai, o jogo que decidiria se o Santos iria ou não avançar para a próxima fase da competição.

1° – Copa América 2015 

Em mais uma atitude explosiva do jogador brasileiro, Neymar recebeu um gancho de 4 jogos de suspensão. Em uma partida conta a Colômbia, na segunda fase do torneio, o atleta começou a “apanhar” muito em campo e ficou irritado. O atleta acabou levando um cartão amarelo, o que já seria suficiente para que ele fosse suspenso para o próximo jogo, mas o brasileiro esperou a partida acabar para agredir um atleta colombiano com uma cabeçada, levando mais um cartão, desta vez da cor vermelha. Neymar ainda perseguiu o juiz e fez vários xingamentos. Conclusão: Neymar fora, Brasil eliminado.

Publicidade
Publicidade
Avatar

Escrito por Marieta R.

Trabalho com editoriais para plataformas de notícias há mais de 6 anos, sou formado em engenharia industrial e gosto de escrever matérias sobre futebol, televisão, política, entre outras.

Next post

Brasileirão Série A: Corinthians vence o Goiás com gols de Mauro Boselli e Júnior Urso

Copa do Brasil: Cruzeiro demite técnico Mano Menezes após derrota para o Internacional