in

Jogos Pan-Americanos 2019: João Menezes leva ouro no tênis e ganha vaga olímpica

João Menezes entrou para um grupo seleto de tenistas brasileiros que já conquistaram o ouro nos Jogos Pan-Americanos. Neste domingo (04), em Lima, o mineiro de 22 anos derrotou o chileno Tomás Barrios por 2 sets a 1, com parciais de 7/6, 3/6 e 6/4. Com isso, João ganhou uma vaga para a Olimpíadas de Tóquio em 2020.

O brasileiro contou que precisou contar muito com o apoio que vinha das arquibancadas. Quando o jogo pesou para o lado do adversário, ele entendeu que a vibração a seu favor seria importante. Assim, apesar de ter sido derrotado no segundo set, Menezes conseguiu dar a volta por cima no terceiro, Após 2h20 de partida, era hoje de subir ao lugar mais alto do pódio e cantar o hino do Brasil.

“Acho que esse ouro na minha carreira vai ser um divisor de águas, uma conquista muito importante. Principalmente agora para ter o reconhecimento dos brasileiros, que acredito que não me conheciam muito bem até então. A sensação que eu tive essa semana aqui é indescritível”, comemorou o tenista.

O Chile é freguês

Esta é a terceira vez que o tênis masculino conquista o ouro nos Jogos Pan-Americanos pra cima de Chilenos. Fernando Meligeni o fez em 2003 contra Marcelo Ríos, e Flávio Saretta em 2007, ao derrotar Adrián Garcia. Mas Menezes também precisou derrotar um segundo chileno no caminho até a final de 2019. Nicolas Jarry, número 64 do mundo, e cabeça de chave número um do torneio, perdeu para o brasileiro ainda nas quartas-de-final.

Outros três brasileiros também foram campeões em Pan-Americanos: Fernando Roese em 1987, Thomaz Koch, em 1967, e o pioneiro Ronald Barnes, em 1963. 

A vaga olímpica

Esta é a primeira vez que os Jogos Pan-Americanos distribuem vagas olímpicas no tênis. Assim, as vagas que anteriormente eram políticas chegam ao fim. E se Thiago Monteiro, número um do Brasil, não quis aproveitar a oportunidade, o número dois a abraçou com tudo. Mas para estar em Tóquio 2020, João Menezes precisa se manter entre os 300 no ranking da ATP.

As vagas dos Jogos Olímpicos são distribuidas diretamente para os 56 primeiros tenistas do ranking de simples, na classificação que é publicada após Roland Garros de 2020. Além deles, ganham vagas campeões e vices de simples do Pan, os campeões dos Jogos Africanos 2019 e dos Jogos Asiáticos 2018. Há um limite de quatro tenistas por país.

Next post

Mercado da Bola: dirigente do Barcelona surpreende em declaração após rumores sobre Neymar

Mercado da Bola: Flamengo negocia com Mario Balotelli e já tem sim do atacante