in

Mercado da Bola: Grêmio conta com trunfo para fechar com reforço avaliado em R$ 63 milhões

Reprodução/The Atlanta Voice
Publicidade

A abertura da janela de transferências causa grande expectativa nos torcedores e resulta em transações milionárias dos principais clubes do futebol mundial. O Grêmio vem atuando nos bastidores do mercado da bola e poderá fazer uma proposta oficial por um craque da Major League Soccer.

Pity Martínez no Grêmio?

O meia-atacante Pity Martínez, de 26 anos, vem atuando com a camisa 10 do Atlanta United e foi contratado em transferência recorde de um clube da Major League Soccer, principal liga de futebol dos Estados Unidos. O jogador, no entanto, teve atos de indisciplina recentemente e as atitudes revoltaram o técnico Frank De Boer.

O Grêmio monitora a situação do jogador e poderá fazer uma oferta oficial em breve. Pity Martínez está em uma lista de reforços pedidos pelo técnico Renato Gaúcho e o clube busca recursos para fazer uma oferta pelo craque nos próximos dias.

Publicidade

Vale lembrar que o jogador foi disponibilizado para empréstimo pelo time norte-americano, no entanto, caso tenha recursos para fazer uma boa oferta financeira, o Grêmio poderá passar à frente dos concorrentes.

Publicidade

Argentino também cogitado no Internacional

O nome de Pity Martínez também foi especulado no Internacional, principal rival do Grêmio em sua história, no entanto, o clube nega ter interesse em uma negociação pelo argentino. Ambos os gaúchos seguem vivos nas principais competições nacional e, além da batalha por reforços nos bastidores do futebol, também poderão se encontrar em breve em fases mata-mata das maiores competições que disputam.

Vale lembrar que, segundo o site Transfermarkt, especializado em mercado do futebol, o jogador estaria avaliado em R$ 15 milhões de euros (cerca de R$ 63 milhões de reais).

Publicidade
Next post

Mercado da Bola: Neymar, Robinho e Daniel Alves são especulados em clubes da Série A

Após vestir camisa do Flamengo, Ronaldinho Gaúcho tem bens bloqueados e dívidas na Justiça