in

‘Fiquei surpreso da maneira que aconteceu’, diz Zverev sobre o anúncio de Ivan Lendl

Alexander Scheuber/Hamburg European Open
Publicidade

Quando Alexander Zverev entrou em quadra para enfrentar Filip Krajinovic pelas quartas de final do Hamburg Open nesta sexta-feira (26), a pergunta que todos faziam era se ele conseguiria se concentrar apenas na partida. Afinal, seu técnico havia pedido demissão de forma pública há menos de 24 horas, e o controle emocional ainda não é o forte do jogador de apenas 22 anos. 

É claro que o tenista alemão não facilitou para o treinador tcheco. Desde que chegou em Hamburgo, Zverev não poupou críticas a Lendl. Disse, por exemplo, que Ivan estaria mais interessado em seu jogo de Golf, e que pouco acompanhava o desenvolvimento do garoto durante os treinamentos. Boris Becker mesmo afirmou que algo ruim havia acontecido entre os dois.

Na última entrevista, da quinta-feira (25), porém, Zverev afirmou não ter nenhum problema entre ele e Lendl. E talvez ele tenha achado que com isso teria ficado realmente tudo bem entre os dois. Lendl, pelo visto, quis logo acabar com os falatórios. Mas não chegou a conversar com seu discípulo antes da decisão.

Publicidade

Zverev afirmou que na última vez em que eles se falaram, ficou combinado que discutiriam a relação tenista / treinador após final do Hamburg Open. “Fiquei um pouco surpreso que tenha acontecido dessa maneira. Foi estranho porque pensei que iríamos esperar até o final do torneio”, declarou o tenista de 22 anos. De qualquer forma, ele não deixou de agradecer o trabalho feito por Lendl e disse ter muito respeito pelo treinador, que foi tenista número um do mundo por 270 semanas. 

Publicidade

Questionado se estaria em busca de um novo treinador, Sascha, que também é treinado pelo pai, disse que não. “Eu tenho o melhor treinador. Eu tenho o melhor treinador que existe. Estou muito feliz com ele – por enquanto (risos).”

Com um set e três games abaixo, Zverev encontrou o caminho da vitória

A preocupação do público só aumentou quando Zverev perdeu o primeiro set para Krajinovic por 2-6. No segundo, chegou a enfrentar um 2-5. Quando o sérvio sacava para o jogo, estava a dois pontos da vitória, o alemão conseguiu crescer na partida. Ganhou então cinco games seguidos para levar a partida para o terceiro set, no qual venceu com mais facilidade, ainda que sem variar muito os seus golpes. Final 2-6, 7-5 e 6-2.

Na coletiva, Sascha afirmou que, apesar dos problemas em quadra, estava focado apenas na partida, e que vencê-la, de virada, foi muito importante. Na comemoração, o grito de alívio foi: “Esta aqui é a minha casa!”. Natural de Hamburgo, havia três anos que Zverev não jogava este ATP 500. 

Atual campeão é o adversário da semifinal

Nikoloz Basilashvili fez a primeira partida do dia, e venceu com facilidade o tenista Jeremy Chardy. Defensor do título atual, ele tentará mais uma vez a vaga na final contra Alexander Zverev. Apesar de ser o número cinco do mundo, Zverev tem apresentado performances abaixo do seu nível. Assim, as casas de apostas estão acreditando na vitória do georgiano. O que irá acontecer realmente só será possível saber a partir das 13h30 (horário de Brasília).

Publicidade
Next post

Mercado da Bola: Palmeiras confirma chegada de dois reforços do exterior

Mercado da Bola: Grêmio já tem substituto para André após interesse do Kashiwa Reysol