in

Gigante carioca sob nova direção: conheça o novo presidente

Fluminense FC / Mailson Santana

Na noite desta segunda-feira (10), em uma cerimônia realizada no Salão Nobre das Laranjeiras, Mário Bittencourt e Celso Barros tomaram posse para os cargos de presidente e vice, respectivamente, da equipe do Fluminense. Sendo assim, inicia-se, oficialmente, o mandato da chapa “Tantas Vezes Campeão”, que se sagrou vencedora da eleição, no último sábado, perante a oposição, formada pelo grupo “Libertadores”, do empresário Ricardo Tenório.

Pode-se dizer que foi uma vitória considerável, tendo em vista a quantidade dos votos recebidos pelos vencedores, sendo 2225 contra 1032, mais que o dobro. Durante a posse, o presidente eleito não só agradeceu seu vice, mas também o homenageou, citando diversas contribuições deste para com a equipe do Fluminense: “O Celso Barros nos trouxe ídolos, como Romário, que foi apresentado no Maracanã lotado em pleno dias dos pais. Depois nos deu títulos, como o Carioca de 2005, a Copa do Brasil de 2007, os brasileiros de 2010 e 2012, além das belíssimas campanhas na Libertadores de 2008 e na Copa Sul-Americana de 2009 […]”.

Publicidade

Além de citar seu companheiro de chapa, Mário Bittencourt também discursou agradecendo seu oponente Ricardo Tenório, pela disputa justa, e teceu elogios ao ex-presidente Pedro Abad, por auxiliar na transição para o cargo. Diante desse contexto, destaca-se o fato de a eleição não ter sido marcada por um clima hostil, mas pelo respeito mútuo entre os participantes, diferentemente da última que ocorreu em outro gigante do futebol carioca, Vasco da Gama.

Prevalência da união

Após agradecer ao vice, ex-presidente e concorrente, Mário deu a entender que seu mandato, será marcado pela sentimento de união. Nesse sentido, o presidente eleito reforçou que para o Fluminense ficar ainda mais forte, movimentos internos que visam a fragmentação dos membros devem ser evitados, e disse: “O Fluminense precisa do apoio de vocês, do abraço de todos. Precisamos de união e evitar a fragmentação. Eu espero que essa maturação passe também pelos conselheiros do clube já que o nosso conselho eleito só toma posse em dezembro.”.

Publicidade

Mandato e composição

O mandato da chapa eleita tem duração de três anos, terminando em 2022. Importante ressaltar os membros que passam a compor a nova diretoria do clube, são eles: Heraldo Lunes – setor jurídico; Leonardo Lunes – finanças; Luiz Fernando Moura – administrativo; Newton de Souza Júnior – governança e compliance; Rui Reisinger – base.

Publicidade
Next post

Henrique aposta em Cruzeiro em confronto contra Atlético-MG pela Copa do Brasil

Bancada do Bem, amigos! escolhe entre Gabriel Jesus e Firmino e cogita ausência de Arthur