in

Di Maria faz duras críticas ao trabalho de Sampaoli na Argentina: ‘Era uma bomba-relógio’

Getty Images
Publicidade

Ángel di María, um dos principais jogadores da seleção da Argentina, concedeu entrevista ao jornal Olé, falando sobre o tempo em que Sampaoli esteve à frente da seleção.

De acordo com ele, a preparação para a Copa do Mundo foi muito tumultuada. O ambiente entre os jogadores e comissão técnica era muito ruim, não havendo uma união entre as duas partes.

O jogador do PSG fez uma comparação entre os dois momentos da seleção Argentina. De acordo com ele, antes da Copa do Mundo na Rússia, a situação era de uma bomba-relógio. Hoje, porém, o ambiente parece estar mais ameno.

Publicidade

Di María defende união entre comissão e jogadores

Para di María, é crucial que haja uma união muito forte entre a comissão técnica e os jogadores, para que um bom trabalho possa ser desempenhado.

Publicidade

Após a Copa do Mundo da Rússia, Sampaoli acabou sendo demitido. No seu lugar, Lionel Scaloni foi escolhido para comandar a seleção da Argentina.

Ele era auxiliar de Sampaoli, e nos bastidores tinha uma relação muito boa com a estrela da seleção, Lionel Messi.

No comando da Argentina, Sampaoli teve uma passagem contestável. Foram 15 partidas oficiais no comando da equipe, sendo quatro delas na Copa do Mundo da Rússia.

Ao todo, foram sete vitórias, quatro empates e quatro derrotas. Porém, na principal competição onde Sampaoli esteve à frente, o seu time caiu diante da seleção da França, ainda nas oitavas de final, após perder por 4 a 3.

Argentina se prepara para a Copa América

A expectativa da seleção Argentina para a Copa América deste ano é muito grande. O time faz a sua estreia na competição continental neste sábado (15), às 19 horas, contra a seleção da Colômbia no estádio Fonte Nova.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Após polêmica, Neymar perde posto na seleção de Tite

Flamengo perde titular e pode ter mais desfalques no Brasileirão 2019