in

Com duas saídas confirmadas e mais de R$ 100 milhões, São Paulo deve negociar mais jogadores

Instagram Julio Casares
Publicidade

O São Paulo não vive situação financeira das mais fáceis e a venda de jogadores acaba sendo uma saída para amortizar os prejuízos financeiros. No fim do ano passado, o Tricolor negociou o atacante Brenner e faturou quase R$ 100 milhões na venda ao Cincinnati, dos Estados Unidos.

A diretoria capitaneada pelo presidente Julio Casares também vai faturar uma grana com a possível venda de Helinho. O jogador esté emprestado ao Red Bull Bragantino. Carlos Belmonte, diretor de futebol do São Paulo, falou sobre o negócio.

“A necessidade, ela vem, e você tem que fazer, senão você não consegue manter o elenco como um todo. O Red Bull também já disse que deve adquirir o Helinho, deve dar na casa de R$ 22 milhões a R$ 23 milhões. Mas ainda vai faltar”, disse o dirigente em entrevista ao ge.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Como Belmonte disse que ainda vai faltar grana, tudo indica que o São Paulo deve negociar outros atletas durante a temporada. Joias da base, como Luan, Igor Gomes e Gabriel Sara, são cotados para serem negociados pelo Tricolor.

Tudo indica também que Hernán Crespo não deve receber mais reforços na temporada. Até o momento, chegaram o zagueiro Miranda, o lateral-direito Orejuela e os atacantes Bruno Rodrigues e Éder. Os quatro foram anunciados oficialmente. Além deles, os meias Martín Benítez e William devem ser anunciados em breve. 

Com esses reforços, o São Paulo vai disputar Campeonato Paulista, Copa do Brasil, Copa Libertadores da América e Campeonato Brasileiro. Sem títulos desde 2012, o Tricolor está em busca de uma taça que possa colocar fim à fila que incomoda bastante a torcida.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!