in

Renato Gaúcho perde a paciência com meio-campista e jogador está de saída do Grêmio

Lucas Uebel - Divulgação - Grêmio
Publicidade

Com uma situação praticamente insustentável após os episódios vivenciados na final da Copa do Brasil, quando seu pai se revoltou com o fato do técnico Renato Gaúcho não o ter escalado como titular no embate contra o Palmeiras, o meio-campista Jean Pyerre está com os dias contados no Grêmio.

Se a situação do atleta já não era das melhores, as críticas do seu pai, Eduardo Côrrea, deixaram o cenário ainda mais delicado. Na oportunidade, o pai de JP ainda questionou o fato de Renato viajar com o elenco para Atibaia, no interior de São Paulo, três dias antes do embate.

Chegou no limite

De acordo com informações reveladas pelo jornalista Vagner Martins, da TV Bandeirantes, nesta segunda-feira (29), a paciência de Renato Gaúcho com Jean Pyerre acabou. O meio-campista já não faz mais parte dos planos do Tricolor e deve ser emprestado o mais breve possível.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A comissão técnica ainda tentou de diversas formas fazer com que o atleta recuperasse o seu melhor futebol vestindo as cores do Grêmio, mas não obteve êxito. A direção avalia que JP se acomodou e outros jogadores pedem passagem, como por exemplo, Cesar Pinares e Jhonata Robert.

Tendo contrato vigente com o Grêmio até o final de 2023, Jean Pyerre deve ser emprestado para alguma equipe do cenário nacional. No final do ano passado, o Palmeiras chegou a fazer uma investida pelo atleta de 22 anos, mas as tratativas não decolaram. 

Tido como uma das grandes promessas do Tricolor, o atleta caiu de ritmo de forma significativa nos últimos meses, e acabou amargando o banco de reservas na equipe de Portaluppi. Com a camisa do Imortal, JP atuou em 102 jogos como profissional e marcou 18 gols.

Publicidade
Publicidade