in

São Paulo deixa Borré de lado e mira atacante do Atlético-MG; salário é alto

Instagram Julio Casares / divulgação São Paulo
Publicidade

O São Paulo sonhou com o atacante argentino Rafael Borré, mas o negócio ficou mais distante com a entrada do Palmeiras na disputa. O time alviverde, impulsionado pelo patrocínio da Crefisa e pelos quase R$ 200 milhões que faturou com as conquistas de títulos em 2020, fez uma proposta mais vantajosa.

A proposta do Palmeiras contempla 4,8 milhões de dólares (R$ 28,2 milhões na cotação) em luvas para a assinatura do contrato. Além disso, o atacante teria salário anual de 2 milhões de dólares (R$ 11,75 milhões). Difícil competir com estes valores.

Praticamente fora do negócio, o São Paulo estaria de olho no atacante Eduardo Sasha, do Atlético-MG, de acordo com informações do portal Deus me Dibre. O jogador de 29 anos enfrenta forte concorrência no Galo e deve ficar no banco de reservas. O time paulista não é o único interessado em Sasha.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

De acordo com o NetFlu, o Fluminense teria procurado o atacante e se deparou com salário entre R$ 400 mil e R$ 500 mil mensais. O contrato de Sasha com o Galo termina apenas em julho de 2024. O jogador passou pelo Internacional, chegou ao Santos e foi negociado com o Atlético-MG a pedido de Jorge Sampaoli.

Com pouco espaço, ele pode sair. No São Paulo, Sasha brigaria por posição de titular no time comandado por Hernán Crespo. Até o momento, o Tricolor contratou três jogadores: o zagueiro Miranda, o lateral-direito Orejuela e o atacante Bruno Rodrigues. Crespo deve receber mais reforços nas próximas semanas. Benítez, meia do Independiente, pode ser um deles.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!