in

Cobiçado pelo Cuiabá, Walter recebe aval da diretoria do Corinthians; ‘Um contrato legal’

Radar Esportes / Corinthians TV
Publicidade

O Corinthians está com situação praticamente definida na disputa do Campeonato Brasileiro. Com isso, resta agora colocar em prática o planejamento do clube para a próxima temporada e a diretoria está trabalhando nisso.

Mesmo passando por dificuldades financeiras e estando limitado para trazer reforços de peso, o Timão pode dar oportunidades para jovens atletas ao longo de 2021. A expectativa é de que Mancini consiga montar uma boa equipe com os recursos disponíveis.

Embora esteja pensando na montagem do elenco, a diretoria tem que trabalhar para definir algumas situações de jogadores que pertencem ao próprio clube, mas que tem futuro incerto. Um desses nomes é o goleiro Walter.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Aos 33 anos, Walter desperta interesse do Cuiabá, clube recém-promovido à Série A do Campeonato Brasileiro. A direção alvinegra não perdeu tempo e definiu essa situação, deixando o goleiro corinthiano livre para tomar uma decisão, que possa ser benéfica para ambos.

“Deixamos ele à vontade para o caso de sair, de achar um clube bacana e um contrato legal”, disse Roberto de Andrade, pregando total respeito à história do arqueiro com a camisa alvinegra. Agora resta apenas esperar por uma decisão do atleta, que não deve demorar muito tempo.

O contrato do goleiro com o Corinthians tem validade até o final do ano. No entanto, caso ele aceite defender outra equipe, a diretoria alvinegra deixou bem claro que pode acontecer uma rescisão contratual de forma amigável, sem qualquer tipo de impasse jurídico.

Walter é reserva de Cássio desde 2013 e muitos acreditam que ele poderia ser titular do Corinthians sem muitas dificuldades. Contudo, tirar o medalhão alvinegro da meta titular não é tarefa fácil, pois mesmo falhando, o gigante arqueiro tem uma história dentro do clube.

Como dificilmente conseguirá ocupar o lugar de Cássio, mesmo que esteja merecendo, Walter pode ter um futuro melhor defendendo outro clube. Sendo assim, uma proposta boa pode vir do Cuiabá, mas tudo depende da vontade do goleiro.

Publicidade
Publicidade
Vinicius Araújo

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.