in

Flamengo dá ultimato sobre possibilidade de volta de Jorge Jesus: ‘Uma burrice sem tamanho’

Reprodução: Goal / Coluna do Fla - Fotomontagem por Vieira Filho
Publicidade

Deixando um legado de 43 vitórias, dez empates e apenas quatro derrotas, a falta do técnico português Jorge Jesus é sentida pela torcida rubro-negra até a atualidade. Entretanto, apesar do desejo da volta do treinador por parte dos torcedores, o vice-presidente do clube, Marcos Braz, julga desnecessário considerar uma troca de técnico às vésperas da partida que pode dar o título do campeonato brasileiro ao Flamengo.

Nas palavras de Braz ao UOL: “seria de um amadorismo, uma burrice sem tamanho” considerar a possibilidade do retorno de Jorge Jesus ao clube. O vice-presidente afirma ainda que não é burro, nem amador, o que enfraquece ainda mais a possibilidade de realização do desejo de grande parte da torcida do Flamengo.

Contrariando a falta de disposição de Marcos Braz de negociar a volta do português, como próximo passo na carreira, Jorge Jesus pensa em um retorno ao clube rubro-negro, como revelou ao ESPN nessa terça-feira (23).

Publicidade
Publicidade
Publicidade

No Benfica, atual clube de Jorge Jesus, o português enfrenta uma má fase, fato que estimula a disposição do time de se livrar do técnico. No entanto, a multa rescisória de Jesus e sua equipe fica em torno de €20 milhões, constatação que faz a diretoria do Benfica contar com um pedido de demissão de Jorge Jesus. Sobre essa possibilidade, o treinador afirma que não abre mão de um centavo do contrato e que não fará a vontade do presidente Luís Filipe Vieira, contrariando o desejo da direção.

Nesta quinta-feira (25), o Benfica enfrenta o Arsenal, na tentativa de seguir na Liga da Europa, campeonato português em que o clube ocupa a quarta posição, com 39 pontos, quinze abaixo do líder Sporting. Diante da situação crítica do clube, Jorge Jesus almeja lutar pelo segundo lugar no campeonato.

Publicidade
Publicidade