in

Romildo Bolzan abre o jogo sobre acordo com Tiago Nunes

Divulgação Grêmio
Publicidade

Renato Portaluppi pode deixar o Grêmio depois da final da Copa do Brasil. As partidas decisivas do torneio estão marcadas para os dias 28 de fevereiro e 7 de março. Só depois da segunda partida é que a torcida do Imortal saberá se Renato vai continuar ou ficar no Grêmio.

O treinador está no clube desde 2016 e conquistou títulos importantes neste período. Os destaques são a Copa do Brasil, em 2016, e a Copa Libertadores da América, em 2017. O segundo título da Copa do Brasil na era Renato Portaluppi seria muito bem-vindo para a torcida.

Diante da dúvida se o treinador fica ou sai, começou a ser noticiado que o Grêmio já teria um acerto com Tiago Nunes, desempregado desde que deixou o Corinthians, no ano passado. O treinador não foi bem no Timão e saiu sem conquistar títulos.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

No Athletico-PR, onde ganhou projeção nacional, Tiago Nunes foi campeão da Copa Sul-Americana, em 2018, e da Copa do Brasil, em 2019. Romildo Bolzan negou que haja qualquer acordo com Tiago Nunes para depois da saída de Renato.

“É uma coisa impressionante essas coisas quando surgem. Isso surge e fica sendo repetido e as vezes as pessoas acreditam. É claro que o Grêmio não tem nada disso”, afirmou o presidente. Segundo ele, o Grêmio joga às claras e no momento tem um treinador.

Romildo afirmou ainda que a permanência de Renato será tratada em momento oportuno. O treinador já disse que em cinco minutos de conversa com o presidente resolve o seu futuro, seja para ficar no clube, seja para ir embora. Isso deve acontecer depois do dia 7 de março.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!