in

Contratado a ‘peso de ouro’, atacante está próximo de deixar o São Paulo após chegada de Crespo

Rubens Chiri - Divulgação - São Paulo
Publicidade

O empate de 1 a 1 frente ao Palmeiras na última sexta-feira (19) liquidou de vez as chances de título do São Paulo no Campeonato Brasileiro, com a briga ficando entre Internacional e Flamengo, que inclusive se enfrentam neste domingo (21), no Maracanã. Com dois jogos para terminar o certame, a diretoria do Tricolor já está com a cabeça na temporada 2021, e aposta que o novo técnico Hernán Crespo possa levar o time ao trilho dos títulos. 

A chegada do novo comandante vem de encontro com o cenário de mudanças no elenco. Alguns jogadores contratados com alta expectativa e um grande investimento acabaram não vingando no plantel são-paulino. Um dos exemplos é o atacante Pablo, contratado final de 2018, após boas apresentações com a camisa do Athletico Paranaense. Com a camisa Tricolor, no entanto, o atleta não deslanchou, e ainda conviveu com lesões que o tirou de combate por muito tempo. 

De acordo com informações do site São Paulo.blog, a diretoria do time do Morumbi pretende colocar Pablo à disposição como um ativo. A saída do atleta impactaria em uma redução significativa na folha salarial do clube. Desde sua chegada ao clube, o atleta computa 74 jogos, tendo balançado as redes adversárias em 18 oportunidades. Os números são do site FutDados.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Ainda valorizado

Com status de maior contratação da história do Tricolor quando chegou ao clube, Pablo custou 6 milhões de euros na época, o equivalente a R$ 26,5 milhões na cotação da época – por 70% dos direitos econômicos.

Segundo o site Transfermarkt, Pablo está avaliado atualmente em 3 milhões de euros. Por conta da alta cotação da moeda europeia, a valorização atinge a casa de 19,5 milhões. 

Publicidade
Publicidade