in

Frustrada, diretoria do Corinthians monta lista de dispensa; Luan é o primeiro da fila

Radar Esportes / Corinthians TV
Publicidade

Quando chegou ao Corinthians, Vagner Mancini se deparou imediatamente com a rejeição da torcida. Mesmo assim, o comandante ‘deu a cara a tapa’ e aceitou a missão de livrar o clube do segundo rebaixamento em sua história, já que a equipe vinha namorando a zona da degola.

Após algumas partidas, o treinador conseguiu melhorar o padrão de jogo de sua equipe, deixando a torcida mais esperançosa. Uma incrível arrancada na competição com uma boa sequência de vitórias deixou o Timão muito próximo de uma classificação para a Copa Libertadores.

Todos ficaram empolgados com a boa fase do Timão na disputa do Campeonato Brasileiro, mas os tropeços começaram a surgir, deixando a equipe mais distante de se classificar para a competição continental.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A situação deixou a diretoria do Corinthians frustrada, pois uma disputa de Libertadores ajudaria na arrecadação de mais dinheiro. Resta, agora, economizar e algumas saídas devem acontecer para enxugar a folha salarial. Luan, Otero, Mateus Vital, Camacho, Everaldo, Matheus Davó, Jonathan Cafú, Ederson, Everaldo, Jô e Ramiro estão na lista.

A presença de alguns nomes de peso nessa possível lista de dispensa chega a surpreender muita gente, mas a intenção da diretoria é enxugar a folha salarial milionária do clube. Pelo menos é o que informa Cosme Rímoli, do R7 Esportes.

Uma das maiores frustrações do Corinthians é o meio-campista Luan. Contratado para ser um dos principais jogadores do elenco, o meia não conseguiu demonstrar seu bom futebol e não justifica seu salário elevado, girando em torno de R$ 700 mil mensais.

A expectativa era de que o Timão conseguisse fortalecer seu elenco de forma pontual a partir da próxima temporada. No entanto, a captação de recursos financeiros ficou limitada com a não classificação para a Libertadores.

Vale destacar que o Corinthians é dono da terceira folha salarial mais cara do futebol brasileiro, ficando atrás apenas de Flamengo e Palmeiras. O Timão gasta mais de R$ 14 milhões mensais com pagamentos de salários, mas essa situação deve mudar a partir da próxima temporada.

Publicidade
Publicidade
Vinicius Araújo

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.