in

Diretoria do Corinthians ouve pedidos da torcida e define situação com o volante Ralf

Radar Esportes / Corinthians TV
Publicidade

De olho no mercado da bola para reforçar seu elenco na próxima temporada, o Corinthians está sempre atento aos pedidos da torcida. Duílio deixou bem claro que vai em busca de novos nomes, desde que custem um valor considerável.

Ainda não está bem claro sobre quais posições serão reforçadas ao longo de 2021. No momento, a diretoria aguarda a definição em relação ao posicionamento do Timão na disputa do Campeonato Brasileiro.

Caso consiga uma vaga na Libertadores deste ano, a expectativa é de que a direção consiga montar um elenco mais qualificado. No entanto, isso não está totalmente garantido, já que o clube almeja economizar dinheiro para evitar aumento em suas dívidas.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Quem deveria chegar ao Corinthians sem custar muito às finanças era o volante Ralf. Mesmo sendo pedido pela torcida para retornar ao clube paulista nesta ano, o experiente jogador tem sua chegada praticamente descartada nesse primeiro momento.

Ralf está livre no mercado após ser surpreendido pela diretoria do Avaí, que optou por não continuar com o volante em seu elenco para 2021. Ele disputou 35 partidas com a camisa do Azulão e quase conseguiu o acesso a Série A do Brasileirão.

Mesmo com uma excelente história pelo Timão e ídolo da fiel torcida, o eterno camisa 5 alvinegro está com 36 anos, fato primordial para a direção corinthiana descartar seu retorno ao clube como jogador, mas há a possibilidade de um dia, ele ocupar algum cargo.

Foram incríveis 437 jogos com a camisa do Corinthians, com 10 gols marcados e muita força de vontade dentro de campo. Foram diverso títulos conquistados, como Paulistão, Campeonato Brasileiro, Mundial, Libertadores e Recopa.

Sua difícil saída do Timão aconteceu no começo de 2020, quando o técnico Tiago Nunes chegou com a promessa de uma grande reformulação no clube e mudança no estilo de jogo, onde o camisa 5 não teria muita utilidade para o treinador.

Além de Ralf, Jadson também foi obrigado a sair do Corinthians. Mesmo com essa reformulação, Tiago Nunes não conseguiu implementar sua filosofia de jogo e foi demitido, deixando o Timão numa situação desconfortável naquela ocasião.

Publicidade
Publicidade
Vinicius Araújo

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.