in

Cazares e Otero impõem condição para renovar contrato; Corinthians dá cartada final

Radar Esportes / Corinthians TV
Publicidade

Para não aumentar ainda mais a dívida do Corinthians nesta temporada, o presidente Duílio Monteiro Alves faz o possível para economizar e moderar nas futuras contratações. Sendo assim, a expectativa é de que poucos jogadores cheguem para reforçar a equipe de Mancini.

Além de se preocupar com novas contratações, o Timão tem que resolver algumas situações pendentes no atual elenco, como a permanência de jogadores. Para isso acontecer, a diretoria terá ainda que consultar o técnico Vagner Mancini e saber do real interesse do treinador.

Quem se destacou nesta temporada e vem agradando à torcida a cada jogo é a dupla Cazares e Otero. Ambos os atletas vieram do Atlético-MG com contrato assinado até a metade deste ano. Com isso, a renovação contratual com a dupla começa a ser discutida.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

De início, tanto Cazares como Otero desejam uma renovação de contrato com validade de cinco anos. A condição imposta pela dupla não agradou à diretoria, que resolveu fazer uma contraproposta, oferecendo apenas três anos de contrato.

A oferta que o Corinthians fez para a dupla ainda não foi respondida oficialmente, já que a equipe de Mancini está concentrada na disputa do Campeonato Brasileiro, almejando principalmente uma classificação para a Libertadores de 2021.

Otero chegou ao Timão sob muita desconfiança, pois não vinha sendo bem aproveitado no Atlético-MG, comandado por Sampaolli. Sua vinda ao clube paulista foi através de empréstimo, até o mês de junho. No mesmo período, o contrato do jogador com o Galo se encerra.

Cazares foi outro que saiu do Atlético-MG em situação delicada, tendo como motivo seu comportamento fora de campo. Ele rescindiu com o clube mineiro, mas assinou com o Corinthians por apenas nove meses e tem situação parecida com a de Otero.

Ambos têm 28 anos e a solução encontrada pelo Corinthians para acertar uma renovação de contrato foi oferecendo um vínculo de três anos. Mesmo sem chegarem a um acordo imediato, estima-se que as partes consigam firmar um acordo benéfico o mais rápido possível.

Publicidade
Publicidade
Vinicius Araújo

Escrito por Vinicius Araújo

Redator i7 Network - Notícias do mundo do futebol.