in

Fernando Diniz é demitido e São Paulo fica de olho em treinadores de rivais e estrangeiro

Radar Esporte/ SPFC
Publicidade

Fernando Diniz não é mais treinador do São Paulo. A demissão foi anunciada oficialmente nesta segunda-feira (1º), após os péssimos resultados da equipe no Campeonato Brasileiro. O Tricolor virou o ano na liderança, com sete pontos de vantagem sobre o vice-líder.

Depois de uma péssima sequência sem vitórias, a equipe caiu para o quarto lugar e está a sete pontos do líder Internacional. Com o desempenho ruim, o treinador Fernando Diniz foi demitido. Toda a comissão técnico que foi contratada com ele vai embora também.

Raí, gerente executivo, se demitiu. Ele ficaria no cargo até o fim do Brasileirão e decidiu sair antes. O dirigente não estava nos planos da atual diretoria, presidida por Julio Casares. Agora, o São Paulo vai ao mercado da bola em busca de um novo treinador para a equipe.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Quem será o novo treinador do São Paulo

De acordo com informações do UOL Esporte, três nomes se destacam e um deles é surpreendente. Trata-se de Vagner Mancini, do Corinthians. O treinador agrada a diretoria do São Paulo. Em 2019, ele chegou a ser efetivado no cargo após a saída de Cuca, mas os jogadores, liderados por Daniel Alves, defenderam a contratação de Fernando Diniz.

Rogério Ceni, hoje no Flamengo, seria outro nome bem visto pela diretoria. Entre os estrangeiros, Miguel Ángel Ramírez, ex-treinador do Independente del Valle, é o nome mais cotado. Nos próximos dias deve haver alguma definição sobre o novo comandante do São Paulo, que ainda briga no Brasileirão. O time quer vaga na Copa Libertadores da América deste ano.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!