in

Presidente do Corinthians se solidariza após acidente aéreo que matou 4 jogadores: ‘um duro golpe na família’

Reprodução/Metropoles
Publicidade

Na manhã deste domingo, 24, o presidente do Corinthians, Duilio Monteiro Alves, usou suas redes sociais para se solidarizar após o acidente aéreo que vitimou quatro jogadores do Palmas. Além dos jogadores, o presidente do clube, Lucas Meira, de 32 anos, e o piloto, que foi identificado apenas como comandante Wagner também morreram no acidente.

Com a queda do avião morreu o lateral-esquerdo Lucas Prazedes, de 23 anos, o zagueiro Guilherme Nóe, de 28, o goleiro Ranule, de 27, e o meia Marcus Molinari de 23.

Em sua conta oficial no Twitter, o presidente do Corinthians afirmou ter recebido a notícia do acidente com enorme tristeza. “É um duro golpe na família do futebol”, escreveu Duilio, que terminou prestando toda a solidariedade do Corinthians aos familiares, amigos e funcionários do clube.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

O acidente aconteceu na manhã deste domingo, 24. De acordo com informações, a aeronave caiu poucos minutos após a decolagem, que aconteceu em uma pista de pouso em Luzimangues, em Porto Nacional, cidade localizada a 60km ao sul de Palmas. Após a decolagem, o avião acabou atingindo o solo em um matagal localizado logo depois da cabeceira da pista.

O presidente e os jogadores de Palmas estavam decolando com destino a Goiânia, onde o clube enfrentaria o Vila Nova pela Copa Verde. O Palmas havia treinado para o embate no último sábado, 23, em Tocantins, e a partida estava marcada para a próxima segunda-feira, 25.

Após o acidente, a assessoria do clube divulgou um comunicado onde informou que o avião caiu por volta das 8h15 da manhã. “Lamentamos informar que não há sobreviventes”, destacou o comunicado.

Publicidade
Publicidade