in

De malas prontas? Jogador com salário de R$ 500 mil tem saída encaminhada do São Paulo; diretoria não renovará

Rubens Chiri - Divulgação - São Paulo
Publicidade

A temporada 2020 ainda não acabou, mas o São Paulo já começa fazer planos para o ano de 2021, onde disputará mais uma vez a edição da Copa Libertadores. Recém empossada, a atual diretoria presidida por Julio Casares segue na busca por um executivo na diretoria.

Nos últimos meses, Scuro, Caetano e Cerri foram um dos nomes que chegaram a ser cogitados nos últimos meses. Nos próximos meses, Raí pretende descansar e não permanecerá no cargo, e se retornar trabalhará como um embaixador internacional da marca do Tricolor.

E além da saída do ídolo, outro jogador está bem próximo de se despedir do Morumbi. Trata-se do lateral-direito Juanfran. O espanhol, tido como uma das maiores contratações do clube paulista nos últimos anos figura como titular absoluto no plantel de Fernando Diniz, e chegou a renovar contrato no final do ano passado. Contudo, parece que o ciclo do europeu no Tricolor está perto do fim.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

De acordo com informações da Gazeta Esportiva, o grande problema que dificulta uma nova renovação é o quesito salário. Isto porque, o jogador de 36 anos recebe mais de R$ 500 mil mensais em vencimentos. 

O portal afirma que a diretoria do São Paulo pretende manter o jogador no clube, principalmente por conta da sua regularidade. Mas os cortes de gastos fazem parte dos planos do clube. Mesmo com idade avançada, o espanhol tem mercado.

O substituto

Caso a saída de Juanfran se concretize, a tendência é que o jovem Igor Vinícius assuma a condição de titular na equipe. Casares também busca opções mais “custo-benefício” no mercado. 

Com 49 jogos disputados com a camisa Tricolor, o lateral só não teve uma sequência maior neste período defendendo o São Paulo por conta das lesões. Na Europa, Juanfran iniciou a carreira no Real Madrid Castilla, – time B do Real – Real Madrid, Espanyol, Osasuna e teve uma grande passagem pelo Atlético de Madrid, onde faturou sete títulos em oito temporadas. 

Publicidade
Publicidade