in

Renato Portaluppi já faz planos com a confirmação de chegada de novo atacante

Lucas Uebel - Divulgação - Grêmio

O Grêmio segue vivo no Campeonato Brasileiro e aguarda a definição da data das finais da Copa do Brasil contra o Palmeiras. Como o time paulista foi para a final da Copa Libertadores da América, as datas, inicialmente previstas para os dias 3 e 10 de fevereiro, podem ser alteradas. A final da Libertadores será no dia 30 de janeiro. Se o Palmeiras vencer, ele disputa o Mundial a partir de 7 de fevereiro.

Paralelo a tudo isso, o Grêmio já começa a pensar na temporada 2021 e deve ter um reforço importante no setor de frente. O meia-atacante Léo Chú, que pertence ao clube e está emprestado ao Ceará, vai reforçar o time de Renato Portaluppi.

Léo Chú vem se destacando no time cearense e lidera a lista de assistências entre os jogadores com menos de 23 anos. São cinco assistências e dois gols na competição. No ano passado, Léo Chú já havia sido procurado por equipes brasileiras, como o Cruzeiro, e do exterior, o AEK, da Grécia.

Para 2021, o Grêmio vai contar com o jogador e já faz os planos. Léo Chú deve atuar bastante no começo da temporada, quando Renato Portaluppi colocará jovens para jogar. Com isso, o meia-atacante não deve ter folga depois do fim do Brasileirão. Apenas uma semana separará o fim da temporada de 2020 da temporada 2021.

O Campeonato Gaúcho começa no dia 27 de fevereiro e vai até 23 de maio. O Grêmio estreia na competição contra o Caxias, no Estádio Centenário. Para a próxima temporada, o Imortal Tricolor não deve contar com Pepê. O jogador desperta interessa do Benfica, de Portugal.

Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!

Next post

Diretoria do Corinthians ‘bate o pé’ e define situação com o atacante Ángel Romero

São Paulo vira exemplo com economia de R$ 1 milhão ao contratar Luciano