in

Renato diz que tentou evitar saída de jogador no Grêmio em conversa com o presidente: ‘as coisas encresparam’

Lucas Uebel - Divulgação - Grêmio
Publicidade

Finalista da Copa do Brasil e vivenciado uma exímia fase na disputa do Campeonato Brasileiro, o Grêmio tem tudo para ser um dos grandes protagonistas do mercado da bola na próxima abertura da janela de transferências. Ligado no âmbito nacional e sul-americano, a diretoria do Imortal já monitora alguns nomes para reforçar o plantel de Renato Gaúcho, que terá algumas baixas, por conta de possíveis saídas.

Além de Pepê, que vem sendo sondado por algumas equipes europeias, despertando grande interesse do Porto, de Portugal, outros jogadores têm situação indefinida no clube, como por exemplo, o lateral direito Luis Orejuela. 

Após ficar bem próximo de acertar sua permanência na equipe gaúcho, o jogador colombiano viu o cenário da negociação entre Grêmio e Cruzeiro ficar estremecido e distante de um desfecho positivo. Emprestado ao Imortal até o dia 31 de dezembro, o lateral teve o seu vínculo encerrado e dificilmente deve permanecer no clube nesta próxima temporada.

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Renato fala sobre o assunto

Na coletiva após a vitória sobre o Bahia na última quarta-feira (6), o técnico Renato Gaúcho foi questionado sobre o assunto, e trouxe alguns bastidores das tratativas. Segundo o comandante do Imortal, o desejo dele era que Orejuela continuasse na equipe, mas a situação teria ficado encrespada entre a diretoria mineira e o time sulista. 

“Conversei com o presidente sobre o Panita e manifestei o interesse de que o Grêmio continuasse com ele, mas parece que as coisas encresparam com o Cruzeiro. Importante é que o Grêmio quer, eu quero, e o próprio jogador quer ficar. Mas agora foge da alçada do treinador. Isso é com o presidente, com a diretoria”, disse Portaluppi na coletiva. 

Galo na jogada 

Na última quarta-feira (6), surgiu rumores de que o Atlético-MG entrou de vez na jogada pela contratação de Orejuela, que teria sido oferecido pelo rival. Precisando angariar fundos para quitar débitos, de salários atrasados e outras pendências, a Raposa não se importa de negociar o colombiano com o arquirrival. O empréstimo do lateral ao Grêmio, efetuado no ano de 2020, custou 150 mil euros ao clube gaúcho.

Publicidade
Publicidade