in

Grêmio aumenta proposta e pode fechar com reforço de peso após pedido de Renato Gaúcho; torcida se anima

TV Grêmio - Reprodução
Publicidade

Embora a temporada 2020 ainda conte com mais alguns meses de atividade, o Grêmio já está atento no mercado para viabilizar reforços. E os holofotes da diretoria Tricolor está no contexto sul-americano. A cúpula do Imortal classifica que jogadores de países vizinhos possuem um custo benefício e podem despontar com a camisa do clube. 

Diante da boa fase de Jean Pyerre, que já desperta interesse de clubes europeus, o Grêmio já busca uma peça de reposição antes mesmo de uma eventual saída da sua joia, que assumiu a camisa 10 da equipe de Renato Gaúcho. Os representantes do jovem inclusive realizaram recentemente viagens para conservas com outras equipes.

Nesta configuração, o Grêmio já está de olho no meia-atacante Martín Benítez, que vem se destacando com a camisa do Vasco e surge com uma boa opção para o time gaúcho. O jogador argentino, que pertence ao Independiente, pode estar de saída do Vasco da Gama, e tem situação indefinida no clube que detém seus direitos econômicos, podendo assim se transferir para outra equipe. 

Publicidade
Publicidade
Publicidade

A notícia animou os torcedores do Imortal, que já planejam uma escalação com Benítez para 2021. 

Interesse público

Recentemente, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, sinalizou o interesse na aquisição do jogador do Vasco. Contudo, até outubro, nenhuma proposta foi formalizada pelo jogador. Diretor esportivo do Independiente, Jorge Damiani, admitiu em entrevista aos canais ESPN, que Grêmio e Palmeiras procuraram o clube argentino para negociar o atleta. 

A oferta de compra dos dois clubes brasileiros são superiores à do Vasco, que ainda não desistiu.

Segundo o portal Bola Vip, o técnico Renato Gaúcho mostra interesse em contar com o jogador para a próxima temporada. O clube gaúcho, inclusive, teria elevado a sua proposta para os argentinos. O Independiente, por sua vez, teria manifestado que libera o atleta por US$ 4 milhões de dólares (R$ 21 milhões), cifras correspondentes a 60% dos direitos econômicos do jogador.

Publicidade
Publicidade