in

Romildo Bolzan bate o martelo e diz se Renato Portaluppi continua no Grêmio em 2021

Divulgação Grêmio

Renato Portaluppi vai sair do Grêmio? Esta é a pergunta que muitos torcedores do Imortal Tricolor devem estar se fazendo. O Grêmio foi eliminado nas quartas de final da Copa Libertadores da América, após perder para o Santos, na Vila Belmiro, por 4 a 1.

Esta foi a segunda eliminação do clube na competição com goleada. No ano passado, o Grêmio perdeu para o Flamengo por 6 a 1 no placar agregado das semifinais. Diante da eliminação para o Santos, Renato Portaluppi foi criticado pela torcida e o futuro do treinador foi colocado em xeque.

Renato tinha contrato com o Grêmio até dezembro, mas o vínculo foi renovado até fevereiro. Devido à pandemia do coronavírus, a temporada 2020 do futebol brasileiro vai invadir 2021.  A Copa do Brasil só termina no dia 10 de fevereiro. O Grêmio está nas semifinais da competição e encara o São Paulo nos dias 23 (Arena do Grêmio) e 30 (Morumbi).

Romildo Bolzan, presidente do Grêmio, bateu o martelo sobre o futuro de Renato Portaluppi no clube. “A gente sabe que a cultura de mudar quando não está bem acaba dando errado. E não chega nem perto de pensar em plano B para o Renato. Quero que ele continue conosco”, disse o presidente do Imortal Tricolor.

Nas redes sociais, os torcedores do Grêmio se dividiram em relação ao posicionamento de Romildo Bolzan. Para alguns, o presidente está certo em manter Renato. Para outros, o treinador tem que sair do clube porque os resultados estão muito ruins e Renato mantém o mesmo discurso de que a situação está boa e que o time pratica um bom futebol.  

Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!

Next post

Luís Fabiano de volta? Casares e Muricy Ramalho opinam sobre chegada do centroavante

Bruno Fuchs provoca o Grêmio e acaba sendo humilhado sem dó nem piedade por zagueiro