in

Defensor não empolga Rogério Ceni e Flamengo decide negociá-lo; clube já deixou de ganhar R$ 8 milhões

Fla TV - Divulgação
Publicidade

Depois de semanas agitadas com a realização de vários jogos por competições diferentes, o Flamengo enfim teve uma semana cheia na preparação para o seu próximo compromisso. Na terça-feira (01), a equipe de Rogério Ceni encara o Racing, no Maracanã, tentando carimbar o seu passaporte para as quartas de final da Copa Libertadores.

Diante do tempo hábil, o comandante rubro-negro aproveitou para ajustar alguns detalhes e corrigir erros que a equipe vinha apresentando, principalmente na defesa, setor bastante criticado por parte da torcida.

Fora das quatro linhas, o time da Gávea já busca resolver o futuro de alguns atletas. Emprestado junto ao Tokyo Verdy, o lateral-direito Klebinho retornará ao Flamengo após os japoneses não exercerem o direito de compra do atleta, que renderia aos cariocas 1,5 milhão de dólares (R$ 8 milhões na cotação atual).

Publicidade
Publicidade
Publicidade

Klebinho voltará ao Mais Querido em dezembro, contudo, o jogador já foi avaliado de forma interna entre direção e comissão técnica e ficou decidido que ele não será aproveitado, e deve ser liberado novamente para outro clube.

Para o setor em que Klebinho atua, o Flamengo já conta Isla (titular), Matheuzinho e João Lucas. Até por isso, o atleta não terá espaço neste momento.

Sem dificultar

Alguns clubes já manifestaram interesse na contratação de Klebinho e propostas estão sendo analisadas. Como o jogador não será aproveitado na equipe de Rogério Ceni, a diretoria do Flamengo não irá dificultar uma nova transação envolvendo o lateral e espera que os representantes do atleta consigam o melhor destino para a carreira do jovem, que tem contrato com Mengo até o início de 2021.

Publicidade
Publicidade